O governador Rafael Fonteles (PT) lançou nesta terça-feira (16) a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa. O evento aconteceu na sede da Fazenda JM, localizada na zona Rural de Teresina. A meta é vacinar cerca de 1,8 milhão de bovinos e bubalinos de todas as faixas etárias.

“O Piauí tem um destaque na pecuária, de uma tradição histórica e cultural do nosso estado. Temos um bom índice da vacinação contra febre aftosa e brucelose. Quremos elevar a um patamar mais elevado nos próximos anos. O Piauí é livre da febre aftosa, mas com vacinação. Queremos chegar no estágio, mas sem vacinação”, destaca o governador.

O secretário da Assistência Técnica e Defesa Agropecuária, Fábio Abreu, ressalta a importância da vacinação do rebanho.

“Essa campanha é fundamental para o país de um modo geral. O nosso objetivo é ter a classificação de um país livre da aftosa, mas sem vacinação. O Piauí é classificado como estado livre da aftosa, mas com vacinação. O nosso rebanho sendo vacinado, nós teremos como atingir os protocolos que fazem com que os estados saiam desta classificação”, explicou.

O deputado estadual João Mádison Nogueira, que é criador e gado, explicou que a carne do gado piauiense vai ser mais valorizada, inclusive podendo ser exportada, quando o Piauí atingir o estágio livre de febre aftosa sem a necessidade de vacinação, como já são classificados os rebanhos do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

“Vai valorizar o preço da carne no mercado internacional. É importante não só para o rebanho bovino, mas ovinos e caprinos”, afirmou o criador.

Orlando Dias
Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *