O governador Rafael Fonteles anunciou, nesta segunda-feira (22), o investimento de R$ 66 milhões para a reforma, ampliação e modernização de todos os 12 campi da Universidade Estadual do Piauí (Uespi), além da Faculdade de Ciências Médicas (Facime) e do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU). Deste total, R$ 46 milhões serão oriundos do Tesouro Estadual e R$ 20 milhões de emendas federais. O valor é considerado o maior investimento de toda a história da instituição de ensino e foi anunciado em solenidade no Palácio de Karnak.

Rafael detalhou que em algumas unidades serão construídas salas de aula, ampliação e investimento de bibliotecas, e, em outras, ampliação de laboratórios. “Apresentamos detalhamento, inclusive, com calendário e prazo de início das obras, que serão divididas em etapas. A primeira começa em agosto e inclui os campi de Teresina, Torquato Neto e Clóvis Moura, além dos campi de Picos e Floriano”, explica, citando que outra fase começa em outubro e a terceira etapa em meados do ano que vem. “Todas as obras têm prazo de execução, que varia entre 1 ano a 1,5 ano”, disse.

O reitor da Uespi, professor Evandro Alberto, ratifica que este é o momento da Uespi, que ganhou investimento arrojado para construção, reforma e modernização de todos os campi. “São R$ 66 milhões para educação superior, a fim de garantir e oportunizar a melhoria do conhecimento. Nossa universidade será muito mais acolhedora e moderna para atender também os desafios do estado, que é formar com qualidade e atender a demanda do mercado, atendendo ao plano de governo que é produzir com qualidade e eficiência”, disse.

Cronograma
Em Teresina serão reformados os campi Clovis Moura e Poeta Torquato Neto, além da Faculdade de Ciências Médicas (Facime) e do Centro de Tecnologia e Urbanismo (CTU), que são ligados ao campus Torquato Neto. No caso da reforma dos campi de Teresina, a previsão é que o início das obras ocorra em agosto deste ano. Já no CTU e Facime, a previsão é que o início das reformas ocorra em maio e junho de 2024, respectivamente.

Também serão beneficiados com as obras os campi de Picos (Campus Barros Araújo), Floriano (Josefina Demes), com previsão de início das obras para agosto de 2023. Em Bom Jesus (Campus José Vasquez Dias), Corrente (Campus Dep. Jesualdo Cavalcante) e Uruçui (Campus de Uruçuí), as obras devem iniciar em outubro de 2023. Já em Campo Maior (Campus Herois do Jenipapo), São Raimundo Nonato (Campus Ariston Dias), Piripiri (Campus prof. Antônio Giovani) e Parnaíba (Campus Alexandre Alves de Oliveira), a previsão é que o início das obras ocorra no primeiro semestre de 2024. Já no Campus Possidônio Queiroz, em Oeiras, o investimento será para a aquisição de mobiliário.

Ampliação do Campus Torquato Neto
O maior investimento, no valor de R$ 25.655.268,19, será realizado no Campus Poeta Torquato Neto, com reforma dos espaços físicos do campus e a construção de seis blocos, com 60 salas de aula, 12 salas para laboratórios, banheiros femininos e masculinos e ampliação da Biblioteca Central.

Anteriormente, a Uespi já foi beneficiada com novos concursos para professores e técnicos; ampliação e reajuste de bolsas de pesquisa e auxílios alimentação e moradia; além da criação de quatro novos cursos sintonizados com o setor produtivo e as potencialidades do Piauí, que são: Tecnologia em Sistemas para Internet, Tecnologia em Energias Renováveis, Inteligência Artificial e Ciência de Dados e Big Data.

Fonte: CCom
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *