Conecte-se conosco

Esporte

Goleiro Barbosa é homenageado no seu centenário

Publicado

em

Se existe a essência do que é ser torcedor de um clube, nenhum jogador simboliza mais isso do que Moacyr Barbosa. O inadjetivável Barbosa. Taxado injustamente como vilão nacional, mas um dos maiores heróis do Vasco. O goleiro que faria cem anos neste sábado é a exclamação personificada do que é o Cruz-Maltino.

O primeiro grande goleiro do Brasil. Para muitos, o maior goleiro da história do Brasil. Impressionante e revolucionário, mas de legado ocultado como é – infelizmente – comum para quem brilha como a noite. E como Barbosa brilhou. Que bom que as gerações mais novas estão podendo conhecê-lo.

Barbosa é desses heróis de sangue retinto e pisado, dessas histórias que a História não conta – salve Mangueira! Desses que precisou viver com os injustos ódio e tristeza de todo um país. Imagine a dor deste homem. Imagine a vida deste homem. Imagine as dores deste herói.

Havia quase 10% da população da cidade do Rio, então capital do país, no Maracanã, naquele dia do Maracanazo. O palco que viu Barbosa ser grande quis torná-lo pequeno. Impossível, afinal o goleiro representava o Vasco. Ele simboliza o Vasco.

Simboliza a luta por igualdade que cerra o punho de quem sente o clube. Simboliza a dificuldade de quem foi colocado à margem, como à margem nasceu o clube, distante da Zona Sul. Ilustra a luta de um povo como o da Barreira, que conta com a Cruz de Malta para melhorar condições sociais básicas individuais e coletivas.

Barbosa é um vencedor que penou para não morrer como perdedor. Como pode? Barbosa é a resistência, diz um amigo deste que vos escreve. A quem é de analogia, pense que as lutas sociais não se dão solitárias. Nunca.

Fonte: r7.com

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esporte

Renato é demitido do Grêmio após queda na Libertadores

Publicado

em

A mais gloriosa passagem de Renato Portaluppi pelo Grêmio como treinador chegou ao fim. Em exatos 1670 dias, o maior ídolo da história do clube recolocou o Tricolor na rota dos títulos importantes depois de um hiato de 15 anos. Porém, não resistiu aos insucessos recentes, que culminaram com a eliminação na 3ª fase da Libertadores, mesmo que esteja afastado por estar com Covid-19.

Na terceira vez em que comandou o Grêmio, Renato conquistou Libertadores, Recopa, Copa do Brasil, três Gauchões, empilhou uma supremacia no clássico Gre-Nal e ainda ganhou a desejada estátua. Mas não foram apenas períodos de glória. Houve eliminações, polêmicas e outros momentos delicados.

Nesta sexta-feira, Renato irá fazer um exame RT-PCR. Se testar negativo, deve ir ao CT Luiz Carvalho nos próximos dias para ter um último contato com jogadores e funcionários do clube. E ruma ao Rio de Janeiro no começo da próxima semana.

Fonte: globo.com

Continue lendo

Esporte

4 de Julho-PI elimina o Cuiabá nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

Publicado

em

O 4 de Julho eliminou Cuiabá da Copa do Brasil. O jogo foi realizado no estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, na noite desta quinta-feira (15). No tempo norma, as duas equipes empataram em 0 a 0 e e jogo foi decidido nas penalidades.

Com o chute de Marllon parando nas mãos do goleiro Jaílson, do time piauiense, o 4 de Julho vence, avança para a terceira fase da Copa do Brasil e ainda leva pra casa R$ 1,7 milhão. Na próxima fase, o Colorado enfrenta o América Mineiro.

Próximos jogos
O Cuiabá joga no domingo (18) contra o Dom Bosco pela 9ª rodada do Campeonato Mato-Grossense competição. Já o 4 de julho enfrenta o Picos na Arena Colorada.

Escalações
4 de Julho-PI: Jailson; André, Marcelo, Gilmar Bahia, Chico Bala; Vitor Recife, Edinaldo; Hiltinho; Ted Love, Etinho e Esquerdinha. Técnico: Flávio Araújo.

Cuiabá: Walter; Lucas Ramon, Marilon, Anderson Conceição, Uendel; Auremir, Rafael Gava; Elvis; Jonathan Cafu, Elton (Josiel). Técnico Auxiliar: Fernando Medeiros.

Da Redação
Foto: Reprodução

Continue lendo

Esporte

Vasco vence o Flamengo por 3 a 1 pelo Carioca

Publicado

em

Em clássico realizado na noite de quinta-feirae (15), no Maracanã, o Vasco venceu o Flamengo por 3 a 1, e se aproximou do G4 do Campeonato Carioca. Os gols do triunfo foram marcados por Leo Matos, Cano, que marcou neste confronto pela primeira vez, e Morato. Vitinho descontou.

Com o resultado, o Cruz-Maltino chegou a 13 pontos, mantendo ainda chances de classificação à semifinal do Estadual. O Rubro-Negro se mantém com 19, na segunda colocação, atrás do Volta Redonda, que tem 20 pontos.

A vitória fez o time de São Januário dar fim a um recente retrospecto negativo frente ao rival. O último triunfo havia sido em abril de 2016, por 2 a 1, em duelo válido pelo Estadual. De lá para cá, até esta noite, tinham sido 17 jogos, com nove empates e oito triunfos da equipe da Gávea.

O Vasco abriu o placar ainda no começo da partida. Em cobrança de escanteio de Zeca, Leo Matos subiu e, de cabeça, balançou a rede. A bola área, que vinha sendo um problema defensivo da equipe cruz-maltina, desta vez, foi favorável no ataque.

Estratégias diferentes
Enquanto o Flamengo tinha mais a posse de bola e conseguia impor um bom volume de jogo no campo de ataque, o Vasco ficava mais postado e apostava nas saídas em velocidade.

Fonte: Folhapress

Continue lendo

Popular