Pelo menos três grandes montadoras — a General Motors, a Hyundai e a Stellantis (dona das marcas Fiat, Jeep, Peugeot e Citroën) — vão suspender linhas de produção e dar férias coletivas aos funcionários a partir desta segunda-feira, 20.

O motivo é a queda das vendas registrada neste ano e a perspectiva de desaquecimento até o ano que vem. Analistas do Departamento de Pesquisas e Estudos Econômicos do Bradesco projetam uma desaceleração no setor automotivo até 2024, de acordo com o estudo divulgado pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A suspensão da produção atinge as fábricas de alguns veículos e vai durar pelo menos duas semanas. Nesta segunda-feira, a Hyundai concede férias coletivas de três semanas para os empregados dos três turnos da unidade que produz os modelos HB20 e Creta, em Piracicaba (SP).

Na quarta-feira, 22, a Stellantis vai suspender toda a produção dos SUVs Renegade, Compass, Commander e da picape Fiat Toro, na fábrica em Goiana (PE), e os trabalhadores terão férias coletivas. No fim de fevereiro, a fábrica que produz os modelos das marcas francesas Peugeot e Citroën, também do grupo Stellantis, encerrou o segundo turno de trabalho em Porto Real (RJ) e antecipou a dispensa de 140 funcionários com contratos temporários.

Por fim, a General Motors também suspenderá a produção da picape S10 e do SUV Trailblazer, na planta de São José dos Campos (SP), de 27 de março a 13 de abril.

Fonte: terra.com.br
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *