O Fluminense deu a volta por cima com muita classe, goleou o Flamengo e se sagrou campeão do Campeonato Carioca 2023. A indiscutível vitória tricolor hoje (9), no Maracanã, por 4 a 1 foi o troco após a derrota por 2 a 0 no jogo de ida, semana passada.

Os gols foram de Marcelo, Cano, duas vezes, e Alexsander. O Fla descontou com Ayrton Lucas. O resultado premia com louvor um organizado Fluminense, mesmo com Fernando Diniz fora do banco por causa da expulsão na primeira partida.

Este é o 33º título carioca do Fluminense, que fica com a taça pelo segundo ano consecutivo. Já o Flamengo parou nas 37 conquistas do estadual.

A derrota, ainda mais pela maneira que foi, eleva ainda mais a temperatura dentro do Flamengo: o técnico Vitor Pereira perdeu o quarto título neste começo de temporada e foi xingado pela torcida pouco antes do fim do primeiro tempo e já no segundo tempo, depois do quarto gol do Flu. O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, também foi xingado.

Marcelo com golaço
Marcelo só participou de um jogo ao longo da campanha do Carioca, o que hoje. E foi decisivo, já compensando o investimento do clube nele. Ele fez o primeiro gol do Flu na partida, em um belo chute de fora da área, que morreu no canto de Santos.

No meio de semana, ele já tinha feito a diferença na virada tricolor sobre o Sporting Cristal, pela Libertadores, com um passe de trivela que clareou a jogada de um dos gols do Flu em Lima.

A atuação do Fluminense, como um todo, foi espetacular, contrastando com um Flamengo perdido em campo.

Como o Fluminense dominou
No primeiro tempo, o Flamengo foi dominado amplamente pelo Fluminense. Atordoado, levou os dois gols em um intervalo de tempo de cinco minutos, entre os 26 e os 31. Àquela altura, VP já tinha colocado os reservas para aquecer (desde os 24 minutos).

O roteiro da vitória do Fluminense passou pelo domínio do meio-campo, troca de passes precisas e eficiência nas finalizações.

Ao mesmo tempo, o Fla não tinha quem colocasse a bola no chão e nem mesmo a alternativa com Ayrton Lucas pela esquerda funcionou.

Flu fecha a conta e comemora
VP tentou corrigir as deficiências colocando, de uma vez só, Everton Ribeiro e Matheus França, sacando Gabigol e Léo Pereira. Fim do esquema com três zagueiros.

E daí? Gol do Fluminense, o terceiro, com Cano aproveitando rebote no pênalti defendido por Santos.

A penalidade foi marcada após intervenção do VAR, que flagrou toque de bola na mão de Fabrício Bruno após cobrança de escanteio.

O êxtase da torcida do Fluminense com a situação contrastou com o desespero dos rubro-negros, que chegaram a gritar o nome de Bruno Henrique. O atacante foi relacionado pela primeira vez desde a grave lesão no joelho, em maio do ano passado. Não teve quem aparecesse para salvar o Flamengo.

Pelo contrário. Aí veio o quarto gol, com um belo chute de Alexander, e a confirmação da conquista no Maracanã.

A torcida tricolor gritou olé e “é campeão”. O gol de Ayrton Lucas, já aos 50 minutos do segundo tempo, foi o desconto do Flamengo no placar. Mas nada que atrapalhasse a festa tricolor.

Fonte: Folhapress
Foto: Rede social

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *