Uma muher identificada como Maria Vilani Nunes da Silva morreu na quinta-feira (30) em Oeiras, no Sul do Piauí, após ter sido atingida por disparo de arma de fogo no pescoço e morta acidentalmente pelo próprio filho.

De acordo com informações do delegado Luciano Santana, da Delegacia Regional de Oeiras, os dois filhos da vítima, identificados pelas iniciais G. N. da S. e G. N. da S, não tinham um relacionamento amistoso com o padrasto, L. G. M. P. Durante a discussão, um dos filhos atirou contra o padrasto e acabou atingido acidentalmente a própria mãe com um tiro de espingarda.

“O alvo era o padrasto, mas infelizmente ele veio a atingir fatalmente a própria mãe. Parece que eles não tinham uma relação amistosa, entre eles e o padrasto. E inclusive já foram até na delegacia por esses conflitos familiares. Não posso afirmar que ele agredia a mãe deles”, destacou ainda o delegado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado, mas a vítima já estava sem vida. O padrasto ficou ferido após ter sido alvejado no braço. Ele também foi conduzido para a delegacia por conta de uma arma que também estava portando. A espingarda utilizada no crime foi apreendida. A Polícia Militar e Civil até realizaram diligências, mas os filhos envolvidos não foram localizados. Luciano Santana adiantou que está pedindo a prisão preventiva dos irmãos.

Da Redação
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *