Conecte-se conosco

    Política

    EUA dominam Irã e estão nas oitavas da Copa do Catar

    Publicado

    em

    Em um duelo entre rivais políticos históricos, os EUA bateram o Irã por 1 a 0, no estádio Al Thumama, em Doha, no Catar. Com o resultado, os americanos avançaram às oitavas de final, como os segundos colocados do Grupo B.

    A viória contra a equipe do Oriente Médio veio após dois empates em 0 a 0, contra o País de Gales e a Inglaterra. Com cinco pontos na tabela, os EUA ficaram atrás dos ingleses, que chegaram a sete, após uma boa vitória sobre os galeses.

    O jogo
    Nos primeiros minutos da partida, os EUA tomaram a iniciativa das ações, quando mantiveram a posse de bola no campo ofensivo. Por sua vez, o Irã, recuado, encontrava dificuldades em sair para o jogo.

    Sendo assim, a primeira boa oportunidade ficou por conta da seleção americana. Musah achou Pulisic na área, que cabeceou para a defesa tranquila de Beiranvand. Seis minutos depois, nova chegada dos EUA. O lateral Dest cruzou forte próximo à meta adversária, mas a bola acabou interceptada pelo goleiro iraniano.

    Aos 27, Sargent recebeu um bom passe de Pulisic e soltou a bomba. A bola explodiu na zaga e sobrou no alto para Weah. O atacante tentou de cabeça e jogou nas mãos de Beiranvand.

    Tanta pressão deu resultado. Dest recebeu lançamento na direita e cabeceou firme para o meio da área, onde encontrou Pulisic. Após ter aberto o placar, o camisa 10 americano acabou no chão e teve que receber atendimento médico. No entanto, conseguiu retornar para finalizar a primeira etapa em campo.

    Em um dos últimos lances antes do intervalo, Weah se adiantou à linha de defesa do Irã e carregou a bola em velocidade, para ficar cara a cara com Beiranvand. De bico, ele estufou a rede. No entanto, a arbitragem viu impedimento no lance, e o gol foi anulado.

    Segundo tempo
    Na volta ao campo, o autor do gol dos EUA, Pulisic, não conseguiu continuar no jogo e foi substituído por Aaronson. Os iranianos também aproveitaram para mexer no time, com a entrada de Ghoddos no lugar de Azmoun.


    Apesar de a seleção americana ter continuado a ditar o ritmo da partida, foram os iranianos que tiveram a primeira boa oportunidade do segundo tempo. Na grande área dos adversários, Gholizadeh cruzou para o meio. Taremi tentou de carrinho, mas falhou. A bola sobrou para Ghoddos, que chutou forte sobre a meta de Turner.

    Na metade da etapa final, os técnicos começaram as substituições. Gregg Berhalter, na tentativa de fechar o time e manter o resultado. Carlos Queiroz, em busca de injetar alguma criatividade no setor ofensivo do Irã, que até jogava melhor que no primeiro tempo, mas sem oferecer perigo ao oponente.

    Ainda assim, a Seleção Melli (Time do Povo, em persa) quase chegou ao empate em bola parada. Após uma levantada na área dos EUA, o zagueiro Pouraliganji mergulhou de cabeça. A bola passou raspando na trave da meta americana.

    Nos momentos finais da partida, os iranianos pediram pênalti de Carter-Vickers em Taremi, mas a arbitragem não viu nada de mais no lance.

    E ficou por isto mesmo: EUA, classificado para a próxima fase, 1; Irã, eliminado, 0.

    Próximos jogos
    Classificados às oitavas como os segundos colocados do Grupo B, os EUA terão pela frente a Holanda, que apresentou a melhor campanha do grupo A. O jogo acontece no próximo sábado (3), às 12h (de Brasília), no estádio Internacional Khalifa.

    Já a Inglaterra, a primeira colocada da chave, com sete pontos, enfrenta o Senegal no domingo (4), às 16h, em partida no estádio Al Bayt, na cidade catari de Al Khor.


    Fonte: R7.com

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular