Conecte-se conosco

Política

Eduardo Leite, governador do RS, revela ser homossexual em entrevista

Publicado

em

Eduardo Leite, governador do RS, revela ser homossexual em entrevista

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), de 36 anos, declarou publicamente pela primeira vez que é homossexual. O anúncio foi feito em entrevista ao programa Conversa com Bial, da TV Globo, que será exibido na madrugada de amanhã.

“Eu sou gay, eu sou gay e sou um governador gay. Não sou um gay governador, tanto quanto Obama nos EUA não foi um negro presidente. Foi um presidente negro. E tenho orgulho disso”

Ele vem sendo alvo de críticas nas redes sociais e decidiu encerrar as especulações. “Como ser humano que sou, também tive as minhas inseguranças, o meu questionamento, mas foi um processo, para mim, de aceitação, de entendimento”, disse.

Em trecho exibido no Instagram do programa, Leite afirma que não precisa manter segredo sobre sua orientação sexual. “Nesse Brasil com pouca integridade nesse momento, a gente tem de debater o que se é. Para que se fique claro e não se tenha nada a esconder”, afirmou.

Eleito governador do RS aos 33 com 53,40% dos votos válidos, em 2018, Leite se tornou o mais jovem a ser eleito para o cargo desde a redemocratização. Antes disso, em 2012, o tucano foi eleito o prefeito mais jovem da história de Pelotas, com 27 anos.

Eduardo Leite aparece como um dos pré-candidatos à eleição para presidência da República no ano que vem. Em junho, a Executiva Nacional do PSDB definiu as regras para as prévias que vão escolher o candidato do partido ao pleito. Leite disputa a preferência ao lado do governador de São Paulo, João Doria, o senador Tasso Jereissati (CE) e o ex-prefeito de Manaus Arthur Virgílio.

“Agora, como a minha participação nessa política nacional, nesse debate nacional começa a despertar talvez maiores ataques por conta de adversários, alguns vêm com piadas, ilações, como se eu tivesse algo a esconder. Pois bem, que fique claro, não tenho nada a esconder. Tenho orgulho dessa integridade de poder aqui dizer também sobre a minha orientação sexual, quem eu sou, embora devêssemos viver num país em que isso fosse uma ‘não-questão’, mas, se é, está aqui claro”, disse ele.

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda