O empresário João Paulo de Carvalho Gonçalves Rodrigues, de 35 anos, foi preso nesta terça-feira (8), suspeito de torturar e matar os adolescentes Luian Ribeiro de Oliveira, de 16 anos, e Anael Natan Colin, de 17 anos. O tio dele, o servidor público Francisco das Chagas Sousa e o primo, o advogado Guilherme de Carvalho também foram presos mais cedo.

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) realizou a prisão dos três acusados de participação do crime contra os jovens e devem responder pelos crimes de: duplo homicídio triplamente qualificado, cárcere privado, ocultação de cadáver e fraude processual.

Relembre o caso
Os adolescentes Anael Natan Colins Souza da Silva, de 17 anos, e Luian Ribeiro de Oliveira, de 16 anos, sumiram no dia 12 de novembro de 2021 e corpos foram encontrados no final da tarde de segunda-feira (15),em avançado estado de decomposição. Eles estavam vestidos com bermuda e camiseta.

Os rapazes eram amigos, moravam no Planalto Uruguai, zona leste da capital, e costumavam sair juntos. No último dia em que foram vistos, eles saíram em uma motocicleta para o bar Skina do Caranguejo, depois seguiram para o Depósito Mais, na Avenida Dom Severino, e teriam ido a um sítio, onde estava acontecendo uma festa.

Da Redação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *