Conecte-se conosco

Cidades

Empresário acusado de cometer estelionato é preso com veículo de luxo em Bom Jesus

Publicado

em

Empresário acusado de cometer estelionato é preso com veículo de luxo em Bom Jesus

Policiais Rodoviários Federais deram cumprimento na terça-feira (4) a um mandado de prisão contra um homem de 46 anos acusado do crime de estelionato. A ação aconteceu na BR 135 no município de Bom Jesus/PI.

De acordo com a PRF, numa fiscalização de rotina, quando abordaram o veículo de luxo GM/CAMARO 2SS, o condutor informou que não possuía CNH, apresentando apenas seus documentos pessoais. Ao realizar os devidos levantamentos, os policiais detectaram que o homem respondia a diversos processos cíveis e criminais. Foi verificado que ele possuía em seu desfavor um mandado de prisão definitiva expedido pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal em 21/08/2020 acusado do crime de estelionato. Além disso, ele responde criminalmente por Homicídio Simples. O homem chegou a se candidatar para cargo eletivo nas últimas eleições, não conseguindo se eleger. Pela data do mandado de prisão, ele concorreu ao pleito eleitoral no sul do Piauí já como foragido da Justiça Brasileira.

Segundo a PRF, o que mais chamou atenção dos policiais foi o fato do homem ter em seu nome quatro registros no Cadastro de Pessoa Física – CPF da Receita Federal. Foi verificado inclusive que os registros foram utilizados para a participação no quadro societário de várias empresas.

Os policiais afirmaram que o acusado é bastante conhecido no meio policial sendo considerado um dos maiores estelionatários da região centro-oeste do país.

Conforme a PRF, o homem foi encaminhado à Polícia Civil na cidade de Bom Jesus/PI para as providências que o caso requer e o cumprimento do Mandado. Ele ficará a disposição da Justiça do Distrito Federal.

Com informações da PRf-PI
Foto: Divulgação/PRF-PI

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda