Conecte-se conosco

Política

Em pronunciamento, Bolsonaro diz que todos serão vacinados em 2021

Publicado

em

Em pronunciamento, Bolsonaro diz que todos serão vacinados em 2021

O presidente Jair Bolsonaro disse que o Brasil atingiu a marca de 100 milhões de vacinas contra a covid-19 distribuídas e que até o final do ano todos os brasileiros serão vacinados, em pronunciamento em rede nacional de rádio e televisão, nesta quarta-feira (2). Durante cinco minutos, o presidente destacou as ações tomadas pelo governo para o enfrentamento da pandemia de coronavírus e para a retomada da economia.

Sob pressão da CPI da Covid no Senado e da sociedade, o presidente fez um resumo do que o governo tem feito para a obtenção de imunizantes. Ele destacou que o Brasil é o 4º que mais vacina no mundo e que, com o acordo assinado na terça-feira (1º) de transferência de tecnologia entre a AstraZeneca e a Fiocruz, passou a fazer parte da elite dos cinco países que produzem a vacina.

“Sinto profundamente cada vida perdida no país. O Brasil atingiu a marca de 100 milhões de doses de vacina contra covid-19 distribuídas, e é 4º país que mais vacina no mundo. Este ano todos os brasilerios que desejarem serão vacinados”, afirmou na abertura do discurso.

Ele voltou a defender que o vírus e o desemprego devem ser tratados com a mesma responsabilidade simultaneamente e criticou medidas de restrição de circulação. ” O nosso governo joga dentro das quatro linhas da constituição, considera o direito de ir e vir, o direito ao trabalho e o livre exercício de cultos religiosos inegociáveis”, disse o presidente.

Bolsonaro citou que foram pagos no ano passado R$ 320 bilhões para beneficiários do auxílio emergencial, o que representa dez anos de Bolsa Família. Disse que alguns setores, como bares e restaurantes, foram socorridos pelo Pronampe, programa de crédito para pequenos e micro empresários, que nesta quarta-feira (2) teve uma nova rodada sancionada, mas de forma permanente.

O movimento econômico nos primeiros meses do ano também foi destacado, como a criação de 900 mil empregos e a projeção do PIB (Produto Interno Bruto) superior a 4%, além da aprovação da nova Lei do Gás, Banco Central independente e leilões de rodovias, portos e aeroportos. Chegou a falar até da nova administração da Ceagesp, em São Paulo.

O presidente afirmou que na Copa América será utilizado o mesmo protocolo utlizado na Libertadores e que o governo considera o direito de ir e vir o bem maior da liberdade.

Foi o segundo pronunciamento de Bolsonaro em rede nacional em 2021. O último pronunciamento do presidente ocorreu em 23 de março, no meio do pico da segunda onda da pandemia de covid-19 no país, e o presidente falou sobre a vacinação da população brasileira. Na ocasião, houve panelaço em várias cidades do país.

No ano passado, foram sete comunicados e apenas um deles não tratou diretamente da pandemia.

Fonte: r7.com

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda