A Polícia Civil, por meio do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (Draco), deflagrou nesta terça-feira (18) operação para prender os acusados de incendiar cinco ônibus, um no conjunto Mocambinho, na zona Norte de Teresina, e quatro no conjunto Paulo de Tarso, na região do conjunto Nova Theresina, na zona Leste, na noite de segunda-feira (17), em represália às mortes de José Newton de Sousa e Samuel, o Panquecão.

Os criminosos foram mortos durante confronto com os policiais do Batalhão Especial de Policiamento do Interior (Bepi), durante as diligências feitas para prender os acusados  de assalto e homicídio do coronel Maurício de Lacerda, no bairro Primavera, na zona Norte, durante a madrugada de segunda-feira.

De acordo com informações de testemunhas, os integrantes de facção criminosa retiraram os passageiros dos veículos e atearam fogo nos ônibus, alegando que os atos de terrorismo eram em protesto às mortes dos dois homens.

Com informações da Ascom
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *