Conecte-se conosco

Política

Deputados debatem saída para evitar demissões em massa na Vickstar

Publicado

em

Deputados debatem saída para evitar demissões em massa na Vickstar

Deputados estaduais debateram em audiência pública nesta quinta-feira (29) uma saída negociada entre patrões e empregados para evitar a demissão em massa de funcionários da empresa de call center Vickstar, sediada na zona Sul de Teresina. A audiência pública proposta pelo deputado João de Deus (PT) e realizada na Comissão de Administração Pública e Política Social. A discussão ocorreu de forma virtual.

Após abrir os trabalhos, o deputado B. Sá (Progressistas), presidente da Comissão de Administração e Política Social, passou para o deputado João de Deus a condução da audiência pública.

A reunião contou ainda com a participação dos deputados Francisco Limma (PT), Ziza Carvalho (PT) e Elisângela Moura (PCdoB), dos secretários de Desenvolvimento Econômico do Piauí e de Teresina, Igor Neri e Marcelo Eulálio, do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações, João de Moura Neto, da procuradora do Ministério Público do Trabalho, Maria Elena Rego, e do diretor da Operadora Vivo, Enylson Camolesi.

O sindicalista João Moura disse que a demissão em massa pode atingir 2.400 funcionários devido ao rompimento de um contrato firmado entre a Vickstar e a Operadora Vivo. João Moura agradeceu ao deputado João de Deus o atendimento à sua solicitação para a realização da audiência pública porque, segundo ele, há necessidade de ser encontrada uma solução que mantenha os empregos dos piauienses.

A procuradora Maria Elena Rego afirmou que o MPT está à disposição para intermediar um entendimento entre a empresa de call center e os trabalhadores, enquanto o diretor da Vivo, Enylson Camolesi, afirmou que a operadora decidiu romper o contrato com a Vickstar, mas está trabalhando no sentido de garantir o pagamento de todos os direitos dos trabalhadores demitidos.

Ao falar em seguida, o secretário estadual Igor Neri ressaltou que o governador Wellington Dias tem desenvolvido esforços junto ao Ministério das Comunicações e a Vivo para evitar a demissão dos trabalhadores. O secretário municipal Marcelo Eulálio afirmou que a Prefeitura de Teresina defende não só a manutenção dos empregos, mas atua para a geração de novos empregos.

Os deputados Elisângela Moura e Ziza Carvalho destacaram a importância da audiência pública e afirmaram que estão à disposição para contribuir com a definição de um entendimento que evite a demissão dos trabalhadores.

O deputado João de Deus propôs, no encerramento da audiência pública, a realização de reuniões com o governador Wellington Dias e com integrantes do Ministério Público do Trabalho para debater a questão das demissões. As reuniões deverão contar com a participação dos representantes dos trabalhadores, da Vickstar e da Operadora Vivo.

Com informações da Alepi

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda