Conecte-se conosco

    Cotidiano

    Covid: Teresina inicia terceira etapa do plano de flexibilização de medidas restritivas

    Publicado

    em

    Covid: Teresina inicia terceira etapa do plano de flexibilização de medidas restritivas

    Teresina inicia nesta segunda-feira (21) a terceira etapa do plano de flexibilização das medidas sanitárias restritivas para a contenção da Covid-19.

    Nessa fase, será realizado interstício para averiguação da permanência de Teresina na categoria de risco baixo (verde) por mais uma semana, a despeito das medidas de flexibilização implementadas nas duas etapas anteriores.

    Nesse momento, também não haverá nenhuma medida adicional. Segue facultativo o uso de máscaras por indivíduos de baixo risco em ambientes abertos, para atividades individuais ao ar livre; será intensificado o monitoramento de todos os indicadores por mais uma semana, somando mais alguns intervalos de série, que assim, já poderão refletir o impacto das duas primeiras etapas de flexibilização sobre o cenário epidemiológico da cidade e isso permitirá ainda a análise para o prosseguimento do plano, para a quarta etapa.

    O plano de flexibilização teve início em 7 de março deste ano sendo instituído através do decreto n° 22.200 publicado pelo prefeito de Teresina, Dr. Pessoa.

    “O COE tem feito uma análise situacional da Covid-19 no município de forma criteriosa e com técnicos preparados e competentes, tendo esse olhar para os indicadores científicos sobre a pandemia” disse o prefeito.

    Segundo a análise situacional da Covid-19, realizado pela equipe do Comitê de Operações Emergenciais (COE) Municipal, na 11 ª semana epidemiológica de 2022, Teresina apresentou nível baixo de transmissão da doença, sendo que no período de 13 a 19 de março, foram confirmados apenas dois casos da doença a cada 100.000 habitantes na capital.

    Nesse mesmo período, foram internados apenas quatro casos de síndrome respiratória aguda a cada 100 mil habitantes em Teresina e apenas 2% dos leitos hospitalares do município estavam ocupados por pacientes com Covid-19.

    Após os resultados que serão apresentados na análise desta próxima semana, e a capital se mantendo na faixa verde (nível baixo) de transmissão, o município entrará na quarta etapa do plano de flexibilização que iniciará em 28 de março.

    Nesta etapa, será revogada a obrigatoriedade do uso de máscara até mesmo em ambientes fechados, incluindo-se escolas e academias, respeitadas as demais exigências preconizadas pela vigilância sanitária municipal.

    Segundo o médico, neurologista, virologista (Doutor em Virologia) e membro do COE, Marcelo Adriano, todos os estudos são baseados, principalmente, levando-se em conta critérios técnicos científicos realizados por instituições e agências de saúde pública mundial.

    “O COE apresentou uma proposta de flexibilização tendo como base critérios técnicos científicos da Organização Mundial de Saúde e o Centro para Controle e Previsão de Doenças para os Estados Unidos (CDC)”, ressaltou.

    Vacinação
    Teresina, atualmente, apresenta um dos melhores índices de vacinação contra Covid-19 entre as capitais do país. Segundo a Fundação Municipal de Saúde (FMS) um total de 99,9% da população do município já está vacinada com a primeira dose e 94% com a segunda dose.

    Fonte: Semcom

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular