Conecte-se conosco

Política

Covid-19: Governo garante leitos exclusivos na rede estadual de saúde

Publicado

em

Covid-19: Governo garante leitos exclusivos na rede estadual de saúde

Todas as unidades da rede estadual de saúde possuem leitos exclusivos para atendimento a pacientes que necessitarem de assistência hospitalar por conta da Covid-19. Além de unidades de saúde de Teresina, os leitos de UTI, estabilização e clínicos estão distribuídos em hospitais regionais e macrorregionais, algumas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e maternidades que fazem parte da rede estadual de saúde.

Com o trabalho de ampliação da rede de atendimento Covid-19 comandado pela Sesapi, o Piauí conta atualmente com 1.152 leitos exclusivos para tratamento da doença em todo o estado, sendo 350 leitos de UTI, 121 leitos de estabilização e 681 leitos clínicos.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, informou que, dos 350 leitos de UTI disponíveis, 211 estão na rede de saúde do Estado. Ele esclarece que os hospitais regionais, estaduais e de referência tinham 200 leitos de UTI no auge da primeira onda da pandemia, em 2020, e agora contam com 211 leitos. “Se tem diminuição na quantidade de leitos de terapia intensiva, não é na rede estadual”, diz o gestor.

“Na rede estadual temos hoje 211 leitos de UTI. Em 2020, o número mais alto foi em 5 de agosto, com 200 leitos”, contou o secretário. “É determinação do governador Wellington Dias que a gente continue o diálogo com a rede privada para ampliar ainda mais o número de leitos disponíveis”, afirmou Florentino Neto.

Segundo o secretário da Saúde, as medidas preventivas estão sendo continuamente reforçadas, em parceria com os gestores municipais e na conscientização da sociedade sobre a necessidade de seguir o protocolo, que inclui distanciamento social, uso de máscara e álcool para profilaxia das mãos.

Florentino Neto agradeceu aos profissionais de saúde pela luta incansável na linha de frente de combate ao novo coronavírus e a todas as categorias envolvidas no atendimento à população, incluindo os serviços gerais.

Fonte: CCOM

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda