O corpo da cantora Rita Lee é velado nesta quarta-feira (10), no planetário do Parque Ibirapuera, na Zona Sul de São Paulo.

Aberta ao público, a cerimônia começou às 10h e está prevista para ser encerrada às 17h.

Família, artistas e fãs se despedem da artista. João Lee, um dos filhos da cantora, foi o primeiro a chegar e falou sobre o legado da mãe, quem ele define como uma heroína.

“É uma pessoa muito única. Para mim, ela vai ser eterna. Acho que para todo mundo.”

“Era uma loucura a dignidade dela, a sensibilidade dela de lidar com as pessoas, de entender as pessoas, a forma que ela tinha de se comunicar com o público, com o mundo. [Era] uma pessoa muito única. Eu não sei se eu conheci uma pessoa tão igual na minha vida, mas eu tive o privilegio de passar 43 anos com ela, aprendendo demais, recebendo os valores dela.”

João Lee, filho de Rita Lee

Muito emocionado, Beto Lee, filho mais velho, recebeu o carinho de artistas e amigos e comentou sobre a relação da mãe com a cidade de São Paulo.

“Eu vejo esse lance da relação dela com a cidade com uma certa dívida que ela tinha porque São Paulo foi uma certa plataforma, toda a base para ela começar essa carreira com os Mutantes. São Paulo tem essa coisa especial, sempre esteve no coração da minha mãe. Hoje será uma celebração incrível”, afirmou.

Além dos filhos, uma das irmãs de Rita, Virgínia Lee Jones, esteve presente desde o início do velório.

Durante a cerimônia, o teto do planetário exibe uma projeção estática com imagens do céu do dia 31 de dezembro de 1947, data em que a artista nasceu.

Serginho Groisman

Os primeiros fãs chegaram ao local por volta das 5h. Após prestarem homenagens, deixaram o local entoando músicas consagradas da artista.

Conforme o desejo de Rita, seu corpo será cremado em cerimônia reservada aos familiares e amigos.

Pedro Bial
Fãs no velório de Rita Lee

Fonte: globo.com
Fotos: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *