Corinthians e São Paulo empataram por 1 a 1 na tarde de hoje (14), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, na Neo Química Arena.

Michel Araújo e Róger Guedes, ambos no primeiro tempo, marcaram os gols da partida.

O Tricolor, por outro lado, chegou à sua oitava partida sem perder, sendo sete delas com Dorival Júnior no comando.

Com o resultado, o Corinthians chegou aos cinco pontos e permanece na 16ª colocação do Campeonato Brasileiro. O São Paulo tem nove e aparece em 10°.

O Corinthians volta a campo na próxima quarta-feira (17), quando enfrenta o Atlético-MG, fora de casa, às 21h30 (de Brasília). No mesmo dia, mas às 20h, o São Paulo visita o Sport. Ambos os jogos valem pela ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Como foi o jogo
O Corinthians começou a partida pressionando o São Paulo. Novidade na escalação, Wesley, que levou bronca de Róger Guedes e Yuri Alberto no duelo contra o Botafogo, foi o jogador mais agudo do Timão, encarando a marcação de Caio Paulista, mas sem conseguir ajuda dos companheiros.

Em meio à pressão do Corinthians, o São Paulo conseguiu abrir o placar. Com Rato pelo lado direito, Rafinha teve corredor livre para passar e dar a assistência para o gol de Michel Araújo.

O gol inverteu o momento das equipes em Itaquera. Em vantagem, o São Paulo se aproveitou do mau momento do Corinthians e quase ampliou o placar nas suas descidas ao ataque. Em uma delas, Calleri balançou a rede, mas o lance foi parado antes por falta do argentino em Fagner.

O empate veio no momento em que a torcida corintiana subiu o tom nos cânticos e também teve dedo de Vanderlei Luxemburgo. O técnico inverteu Wesley e Róger Guedes de lado. Foi assim que o camisa 36 deixou Rafinha para trás e sofreu o pênalti, posteriormente convertido pelo 10.

O São Paulo voltou para o segundo tempo propondo o jogo e ditando o ritmo da partida. O Corinthians, por sua vez, adotou postura mais reativa e ficou à espreita para os contra-ataques, mas perdeu Wesley que, cansado, deu lugar a Adson.

Depois de equilíbrio na metade do segundo tempo, o Corinthians recuou novamente e aceitou a pressão do São Paulo, que chegou a marcar o segundo gol, mas que foi anulado por impedimento de Juan.

Se aproveitando do espaço deixado pelo Corinthians, o São Paulo foi incisivo nos minutos finais, mas as finalizações pararam na defesa adversária.


Fonte: Folhapress
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *