Após mais de 50 dias fora, Renato Augusto voltou a atuar pelo Corinthians. Ele entrou aos 27 minutos do segundo tempo e a tendência é que possa ter ainda mais minutos já na decisão da vagas nas quartas da Copa do Brasil contra o Atlético-MG.

Com o resultado, o Timão deixa a zona do rebaixamento e coloca o Goiás no grupo dos quatro últimos. O alvinegro foi a oito pontos e assumiu a 14ª posição. Já o Fluminense parou nos 13 pontos e pode fechar a rodada até fora do G6.

A volta do ‘salvador’ Renato Augusto
Aos 27 minutos do segundo tempo, aconteceu o fato mais esperado pela torcida do Corinthians nos últimos tempos: a volta de Renato Augusto. O meia se lesionou o fim do Paulistão, chegou a voltar na Libertadores, mas sentiu novamente e não atuava há mais de 50 dias.

A ausência do meia acabou sendo pivô da demissão de Fernando Lázaro, que não conseguiu encontrar um substituto ou uma forma de atuar sem Renato Augusto. Desde então, Cuca passou pelo clube e, agora, Vanderlei Luxemburgo: nenhum dos dois apresentou respostas tampouco.

Durante todo esse tempo, Renato Augusto foi tido como salvador da pátria. Havia uma expectativa grande por seu retorno e uma certeza de que a equipe melhoraria e voltaria a ter boas atuações com o meia comandando a criação de jogadas.

Em seu primeiro jogo podendo contar com o meia, Luxemburgo tirou Maycon e deixou o Renato Augusto à frente dos volantes Roni e Fausto Vera. No momento da entrada do camisa 8, o Timão já vencia por 1 a 0.

A tão aguardada volta foi discreta por dois fatores: a óbvia falta de ritmo de jogo e a situação da partida. Com o Timão vencendo, Renato Augusto se posicionou ao lado de Yuri Alberto no momento defensivo, sem tanta responsabilidade de marcação.

Ainda assim, Renato Augusto participou do lance do segundo gol. Ele recebeu pelo meio e deixou com Fagner, livre na direita. O lateral cruzou para a segunda trave e Róger Guedes matou a partida.

Fonte: Folhapress
Foto: Reprodução/Rede social

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *