Representantes da Fundação Municipal de Saúde (FMS) estiveram em reunião, hoje (15) à tarde, com o Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI) para encerrar a interdição parcial imposta pelo órgão à Maternidade Wall Ferraz, ocorrida, na última segunda-feira (12). Após a reunião, foi decidido pelo fim do impedimento às atividades de saúde.

Durante a reunião, a FMS apresentou a documentação que comprova os ajustes já realizados de acordo com as solicitações do conselho e reafirmou o compromisso de atender todas as demais adequações necessárias, como a reorganização na escala dos enfermeiros que atuam na maternidade. Com isso, foi aprovada a solicitação de desinterdição dos serviços de enfermagem do Centro Cirúrgico e da Central de Material e Esterilização, que voltarão a funcionar normalmente.

A presidente da FMS, Clara Leal, agradece o esforço da equipe que se prontificou a sanar os problemas da Maternidade Wall Ferraz com a maior celeridade possível. “Foi feita uma força tarefa para que todas as exigências fossem preenchidas e a maternidade voltasse a funcionar plenamente, em prol da população de Teresina”, comenta a gestora.

Com informações da Semcom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *