Conecte-se conosco

Esporte

Conmebol realiza sorteio da fase de grupos da Libertadores

Publicado

em

Conmebol realiza sorteio da fase de grupos da Libertadores

A Conmebol realizou hoje, em Luque, no Paraguai, o sorteio da fase de grupos da Copa Libertadores 2021. Flamengo e Fluminense caíram em chaves difíceis, e Palmeiras e Grêmio vão se enfrentar no grupo A se o time gaúcho avançar na terceira fase preliminar do torneio. Quem também terá problemas se avançar à fase de grupos é o Santos, que irá para o grupo do Boca Juniors.

Em compensação, São Paulo, Internacional e Atlético-MG não podem reclamar do sorteio. Os brasileiros caíram em grupos que não devem representar grandes ameaças.

Veja os grupos da Libertadores 2021:

Grupo A: Palmeiras, Defensa y Justicia (ARG), Universitario (PER) e o vencedor de Independiente del Valle x Grêmio.
Grupo B: Olímpia (PAR), Internacional, Deportivo Táchira (VEN) e Always Ready (BOL)
Grupo C: Boca Juniors (ARG), Barcelona (EQU), The Strongest (BOL) e vencedor de San Lorenzo x Santos
Grupo D: River Plate (ARG), Independiente Santa Fé (COL), Fluminense e vencedor de Bolívar x Junior Barranquilla
Grupo E: São Paulo, Racing (ARG), Sporting Cristal (PER) e Rentistas (URU)
Grupo F: Nacional (URU), Universidad Católica (CHI), Argentinos Juniors (ARG) e vencedor de Libertad x Atlético Nacional
Grupo G: Flamengo, LDU (EQU), Vélez (ARG) e Unión la Calera (CHI)
Grupo H: Cerro Porteño (PAR), Atlético-MG, América de Cali (COL) e Deportivo la Guaira (VEN)

Os grupos dos brasileiros
Grupo A
O Palmeiras vai enfrentar um rival conhecido: o Defensa y Justicia, da Argentina, que no ano passado ganhou a Copa Sul-Americana com o técnico Hernan Crespo, hoje no São Paulo, no comando. Palmeiras e Defensa estão decidindo a Recopa Sul-Americana. No primeiro jogo, na última quarta-feira, o Palmeiras ganhou por 2 a 1 na Argentina. O jogo da volta será disputado na próxima quarta, em Brasília.

Outro adversário conhecido pode ser o Grêmio, que enfrenta o Independiente del Valle na última fase da Pré-Libertadores. Palmeiras e Grêmio decidiram em fevereiro o título da Copa do Brasil de 2020, com a vitória palmeirense. Já o Universitário é figura constante na Libertadores. Os peruanos participaram do torneio 31 vezes, com o vice-campeonato de 1972 como o melhor resultado.

Grupo B
O Inter, que não era cabeça-de-chave, escapou de enfrentar um argentino na primeira fase. O rival de maior peso é o Olimpia, tricampeão da América. Deportivo Táchira e Always Ready devem ser coadjuvantes no grupo. Os venezuelanos têm como melhor resultado na Libertadores as quartas de final de 2004, enquanto os bolivianos estreiam no torneio.

Grupo C
Com a boa vantagem que conseguiu ao vencer o San Lorenzo fora de casa, o Santos tem tudo para integrar o grupo do Boca na Libertadores. As duas equipes decidiram o título do torneio duas vezes, com uma vitória para cada lado. No ano passado, o Santos eliminou o Boca nas semifinais.

Barcelona e The Strongest são clubes que costumam dar trabalho na Libertadores. Os equatorianos ficaram perto do título duas vezes, sendo vice-campeões em 1990 e 1998. Já o The Strongest usa como trunfo a altitude de La Paz, onde manda os seus jogos.

Grupo D
O Fluminense pegou uma das maiores pedreiras do sorteio: o River Plate, gigante argentino que é tetracampeão da Libertadores e um dos favoritos no torneio de 2021. O time também vai encarar a altitude de Bogotá (2.600 m), com o Independiente, e possivelmente de La Paz (3.640 m), com o Bolivar, que saiu na frente no confronto contra o Atlético Junior.

Grupo E
Depois de uma chave de grupos complicada no ano passado, que acabou em eliminação, o São Paulo ganhou um respiro. Apesar de o Racing ser uma equipe tradicional da Argentina e já ter um título da Libertadores no currículo, não é uma das maiores forças do continente. O mesmo acontece com o Sporting Cristal: gigante no Peru, mas com desempenho mediano na Libertadores.

Já o Rentistas faz a sua estreia na Libertadores com o mérito de ter tirado o tradicional Peñarol do torneio. O time tem como maior feito o título do Torneio Apertura do Campeonato Uruguaio do ano passado.

Grupo G
O Flamengo reencontra a LDU, um dos seus adversários mais difíceis na campanha do título de 2019 e que atua na altitude de Quito. O Rubro-Negro também enfrenta o Vélez Sarsfield, um dos times mais casca-grossas da Argentina. Já o Union la Calera, do Chile, deve ser o saco de pancadas do grupo.

Grupo H
O Atlético-MG enfrenta o Cerro Porteño, um dos clubes mais tradicionais do continente, mas que nunca conseguiu grandes feitos internacionais. Os paraguaios possuem como melhor resultado na LIbertadores o quarto lugar. O América de Cali é outro time super tradicional sem títulos da Libertadores. Os colombianos foram vice-campeões quatro vezes. Já o Deportivo La Guaira é o atual campeão venezuelano.
Como foi feito o sorteio
Os 28 clubes classificados e outros quatro que jogam a terceira fase preliminar foram divididos em quatro potes. Os cabeças de chave, divididos de acordo com o ranking da Conmebol, formaram o pote 1.

Seis times brasileiros estão confirmados na fase de grupos da Libertadores: Atlético-MG, Flamengo, Fluminense, Internacional, Palmeiras e São Paulo. Grêmio e Santos ainda disputam a terceira fase preliminar antes da fase de grupos.

Os vencedores dos duelos da terceira fase preliminar da Libertadores vão para a fase de grupos. Os perdedores vão para a fase de grupos da Sul-Americana. Os confrontos são: San Lorenzo (ARG) x Santos, Grêmio x Independiente del Valle (EQU), Atlético Nacional (COL) x Libertad (PAR) e Bolívar (BOL) x Junior (COL).

A Conmebol não permite que dois clubes do mesmo país se enfrentem na fase de grupos. A única exceção é se um deles confirmar uma vaga através das fases preliminares, como é o caso do Grêmio, que vai para o grupo do Palmeiras se vencer o Del Valle.

Qual brasileiro caiu no grupo mais difícil da Libertadores?
Atlético-MG
Flamengo
Fluminense
Internacional
Palmeiras e Grêmio (o time gaúcho ainda está na 3ª fase preliminar)
São Paulo
Santos (o time paulista ainda está na 3ª fase preliminar)

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda