Não tente entender o Real Madrid na Liga dos Campeões. O time espanhol adicionou mais um título do torneio, o 14º, à sua vasta galeria neste sábado, ao vencer o Liverpool por 1 a 0, no Stade de France, em Paris. Foram três finalizações contra 23 do time inglês, mas apenas uma bastou: justamente a de Vini Jr., iluminado ao marcar, com apenas 21 anos, o gol do triunfo no maior palco do futebol de clubes do mundo.

Vini não teve exatamente uma grande atuação. Mas foi decisivo. Esteve no lugar certo, na hora certa, como tantos outros artilheiros brasileiros antes dele. Aproveitou um chute cruzado de Valverde, materializou-se nas costas de um desatento Alexander-Arnold e completou para o gol vazio. O atacante finalizou a temporada com 22 gols e 17 assistências em 52 partidas.

Liverpool domina, mas não leva
A disparidade no número de finalizações mostra como o Liverpool dominou a partida. O time inglês pôs em prática sua famosa marcação por pressão, sufocou o Real Madrid e empilhou chances desde o primeiro tempo. Parou, porém, em Courtois, e foi punido por um Real Madrid cirúrgico em um raro contra-ataque. Os Reds terminam a temporada com dois títulos: as Copas da Inglaterra e da Liga Inglesa.
Marcelo histórico
O lateral tornou-se o primeiro brasileiro a levantar a taça da Liga dos Campeões como capitão. Ele é o jogador mais vencedor da história do Real Madrid, com 25 títulos no total.

Fonte: globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *