A Coordenadoria Estadual de Políticas para as Mulheres (CEPM) realizou o lançamento da Campanha 16 Dias de Ativismo – Ei mermã, nem mais um minuto de silêncio, no palácio do Karnak, com a presença da goveradora Regina Sousa, Coordenadora de Mulheres, Zenaide Lustosa, Presidente do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos das Mulheres, Tatiane Seixas, deputado estadual Francisco Limma, deputado federal Capitão Fábio Abreu, secretário de Segurança, Cel. Rubens Pereira, representando o Governador Eleito, Chico Lucas, gestoras de OPMs, movimento sociais.

Durante a solenidade foram lançados os dados do Laboratório Elas Viva LAB com os dados referentes a 2022 dos casos e violência contra a mulher e feminicídio e a também foi assinado o Pacto Estadual Pelo Enfrentamento À Violência Contra A Mulher e lançada a a Capacitação em Gênero, Raça e Sexualidades para profissionais da segurança pública do Piauí que tem como objetivo fornecer curso de capacitação para qualificar os agentes de segurança pública (Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros).

A Coordenadora de Mulheres, Zenaide Lustosa, destacou a importância da sociedade e poder público atuarem juntos no enfrentamento da violência contra a mulher. “É um desafio de toda a sociedade coibir a violência doméstica e hoje intensificaremos ainda mais com a campanha 16 Dias de Ativismo ação de sensibilização de homens e mulheres sobre a violência doméstica para que a mulher vítima de violência doméstica possa ter coragem de denúnciar. Hoje serão disponibilizados 150 vagas para os profissionais da segurança para fazer a capacitação em gênero, raça e sexualidades para que possam humanizar o atendimento às mulheres em situação de violência doméstica e estamos lançando um Pacto Estadual Pelo Enfrentamento À Violência Contra a Mulher para os municípios se comprometerem a ter uma Rede de Atendimento às mulheres de forma integrada as políticas para as mulheres”.

A govenadora Regina Sousa declarou que os desafios são muitos, mas não se pode deixar de trabalhar.

“Agora seremos uma Secretaria da Mulher e os desafios serão ainda maiores porque as mulheres estão morrendo e precisamos intensificar ainda mais nosso trabalho de prevenção à violência doméstica. Esses dados apresentados mostram como aumentar o nosso trabalho e dar continuidade aos trabalhos que iniciamos porque são esses momentos e projetos que permitem a mulher tomar coragem de denunciar seus agressores”.

A Presidente do Conselho Estadual de Defesa das Mulheres, Tatiane Seixas, destacou que as mulheres têm o direito de viver e querer viver com dignidade de poder ter as suas escolhas respeitadas. A coordenadoria tem feito seu trabalho, mas sabemos que o que mais precisa mesmo é que possamos mudar nossos comportamentos para descontruir o machismo. Hoje é um dia que inicia a pauta mais intensificada de prevenção à violência contra as mulheres sobre, as negras.”

A Coordenadoria de Mulheres, durante o mês de novembro, está realizando ações do Ônibus Lilás, Teia de Direitos, Capacitação do Elas Empreendem e dos profissionais de Segurança Pública, além de realizar palestras de sensibilização de prevenção à violência doméstica ao tempo que lançará a campanha Laço Branco que convida os homens repensar suas práticas e ações.

Link :

BOLETIM INTEGRADO DE MULHERES EM SITUAÇÃO DE VIOLÊNCIA NO PIAUÍ (2)
Fonte: CCom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *