A Arquidiocee de Teresina realizou neste sábado (10) a 28ª Caminhada da Fraternidade, que terá como tema “O amor chamou eu vou”. O evento tem como objetivo reunir os fiéis em um gesto concreto de solidariedade e combate às desigualdades sociais. A concentração será no adro da Igreja São Benedito, no Centro de Teresina, a partir das 16h.

A caminhada teve início após a celebração da Santa Missa, que foi presidida pelo arcebispo de Teresina, Dom Juarez Marques. Os participantes seguiram caminhando pela Avenida Frei Serafim, acompanhados pelo Grupo Melhor de Três, composto por Flávio Moura, Soraya Castello Branco e João Cláudio Moreno, que animaram o percurso com um repertório diversificado de músicas regionais e outros ritmos. O encerramento acontece no Parque Potycabana, onde a banda nacional católica Missionário Shalom fez o show de encerramento.

O arcebispo de Teresina, Dom Juarez Sousa, afirmou que quem ama permanece em Deus e é ele quem chama para a ação.

“Este ano comemoramos o ano vocacional, é Deus quem nos chama para a gente unir fé e vida, oração, ação e contemplação. Nos unimos numa caminhada que faz bem à alma e ao coração. Aqui, partilhamos os dons que Deus no deu. Deus é amor e nos convida para amar uns aos outros”, disse o arcebispo durante a celebração de abertura da caminhada, que acontece no adro da Igreja São Benedito, no Centro de Teresina.

Dom Juarez, arcebispo de Teresina

O Padre Isaías Pereira, coordenador da caminhada, destacou a importância de manter a tradição do evento, além de convocar a todos para participar deste momento de fé.

“Nós temos 3 cores diferentes, mostrando como a caminhada é um evento formado por várias mãos, por várias pessoas, um evento formado pela diversidade do povo de Teresina e do povo do Piauí. Então, nesse ano nós vamos colorir a Avenida com as nossas camisas. Nós queremos chamar todas as pessoas, não só hoje, mas todos os dias desse ano, todos os dias da nossa vida a respondermos sempre ao chamado do amor. Ao invés de buscarmos o caminho do ódio, de briga, de desavença, escolher sempre o caminho do amor porque é esse caminho que leva a Deus”, destacou.

O casal Carlos Dias e Juliana Dias afirmou que a caminhada da Fraternidade é uma forma de unir os fiéis católicos

“Todo ano nós participamos da Caminhada da Fraternidade. Um evento que traz paz e solidariedade aos fiéis católicos. Essa união sempre é vistas em todos os paticipantes da Caminhada da Fraternidade. Um evento feito com amor que tem a função de ajudar quem mais precisa”, destaca

Da Redação
Fotos Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *