Conecte-se conosco

    Brasil

    Brasil registra recorde de 132 mil casos conhecidos de Covid em 24 h

    Publicado

    em

    Brasil registra recorde de 132 mil casos conhecidos de Covid em 24 h

    O Brasil registrou nesta terça-feira (18) o recorde de 132.254 novos casos conhecidos de Covid-19 em 24 horas, chegando ao total de 23.215.551 diagnósticos confirmados desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi a 83.630 – a maior marca registrada até aqui, superando pela primeira vez o pico de junho de 2021 (quando chegou a 77.295). Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +575%, indicando tendência de alta nos casos da doença.

    Antes a pior marca era de 125.053 novos casos em 24 horas, anotada em 18 de setembro de 2021, mas isso teve forte influência de mais de 100 mil registros represados do RJ, incluídos no mesmo dia.

    No Piauí, uma correção fez a secretaria remover mais de 8 mil casos de seu total registrado nesta terça. Segundo a secretaria, isso ocorreu depois que os municípios reportaram um problema de entradas duplicadas depois que o sistema E-SUS, do Ministério da Saúde, voltou à estabilidade em 6 de janeiro. O dado foi corrigido após uma varredura que comprovou as duplicatas.

    O país também registrou 317 mortes pela Covid-19 nas últimas 24 horas, totalizando 621.578 óbitos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de mortes nos últimos 7 dias é de 185. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de +88%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença.

    Dessa forma, a média móvel de vítimas voltou ao patamar em que estava às vésperas do ataque hacker que gerou problemas nos registros em todo o Brasil, ocorrido na madrugada entre 9 e 10 de dezembro (leia mais abaixo). Na época, essa média indicava 183 mortos pela doença por dia.

    Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil, consolidados às 20h. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

    Fonte: globo.com

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular