A seleção brasileira sofreu virada de 3 a 2 e foi eliminada por Israel, nas quartas de final da Copa do Mundo Sub-20, que está sendo realizada na Argentina. O time de Ramon Menezes chegou a ficar à frente no placar por duas vezes, mas sofreu “apagões”,cedeu o empate na sequência e a virada na prorrogação. A seleção israelense ainda teve a oportunidade de ampliar o resultado com dois pênaltis a seu favor, mas desperdiçou as duas cobranças.

.Os gols do Brasil foram marcados por Marcos Leonardo e Matheus Nascimento. Khalaili, Shibli e Turgeman marcaram para Israel, que vai disputar a semifinal da Copa do Mundo.

Virada na prorrogação
O Brasil começou a prorrogação de forma esperançosa mais uma vez. Na primeira jogada, fez um bonito gol após incrível tabela entre Marlon Gomes e Andrey que terminou com finalização precisa de Matheus Nascimento. Mas, no lance seguinte, Israel chegou ao empate, ao aproveitar um apagão da defesa brasileira. Senior lançou na área, ninguém chegou, e Shibli se antecipou para igualar. Em mais uma bobeira, no fim da etapa, Turgeman, o melhor jogador de Israel, fez fila na área do Brasil e chutou forte para fazer um golaço.

.O Brasil se abateu após receber a virada e Israel, que já picotava a partida desde o início, e teve a vantagem para consolidar seu jogo. Na segunda parte da prorrogação, a seleção israelense ainda teve duas cobranças de pênalti. A primeira foi defendida por Kaique. A segunda, uma marcação duvidosa, foi cobrada para fora. O fim do jogo foi uma sequência de chutões para todo lado, sem qualquer organização tática, o que favoreceu a seleção de Israel, que garantiu a vaga para a semi.

Andrey reclama da arbitragem
Os jogadores do Brasil se irritaram com o árbitro Juan Gabriel Calderon Perez, de Costa Rica, por não marcação de faltas provocadas por jogadores brasileiros e pelo excesso de paralisações. Ao fim da partida, o volante Andrey sugeriu que o árbitro pedisse uma camisa para a delegação de Israel.

Fonte: globo.com
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *