Conecte-se conosco

Política

Biden afirma que buscará ‘recuperação econômica para todos’

Publicado

em

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden ressaltou nesta terça-feira (1°) que “a ajuda está a caminho” e que seu objetivo será proporcionar “uma recuperação econômica para todos”, ao reconhecer a desigualdade agravada pela pandemia de covid-19.

“A ajuda está a caminho. Vamos criar uma recuperação econômica para todos”, declarou Biden no evento de apresentação de sua equipe econômica na cidade de Wilmington, no estado do Delaware.

O democrata escolheu Janet Yellen como secretária do Tesouro e que terá o desafio de uma economia atingida pela crise causada pelo novo coronavírus. Yellen, que antes foi presidente do Federal Reserve (Fed, Banco Central americano), se tornará a primeira mulher secretária do Tesouro, se confirmada pelo Congresso.

Biden optou por um time com forte predominância feminina, representativo da diversidade dos Estados Unidos e formado por personalidades consagradas em suas áreas, com o objetivo de reativar a economia do país, que sofre uma taxa de desemprego que chega ao dobro do nível anterior da pandemia e com crescimento tangenciado de acordo com o avanço do vírus.

Segundo plano de resgate
Até agora, o governo e o Congresso não conseguiram lançar um segundo plano de resgate para a economia, após um primeiro programa lançado no início da pandemia, de US$ 2,2 trilhões.

Diante da crescente urgência de dar alívio a muitos desempregados que esgotaram seus benefícios e economias, um grupo bipartidarista de senadores propôs nesta terça-feira um projeto de cerca de US$ 900 bilhões.

Esse plano marca uma linha intermediária entre o que aspirava a presidente da Câmara dos Deputados, a democrata Nancy Pelosi – que defende um novo plano de US$ 2 trilhões – e os US$ 500 bilhões que os republicanos, que controlam o Senado, estão dispostos a gastar.

Fonte: r7.com
Foto: Reuters