Conecte-se conosco

Esporte

Atlético-MG fica no empate na estreia na Libertadores

Publicado

em

Atlético-MG fica no empate na estreia na Libertadores

O Atlético-MG somou o primeiro ponto na edição 2021 da Libertadores. Nesta quarta-feira (21), o Galo esbarrou na falta de criatividade e empatou por 1 a 1 com o Deportivo La Guaira (Venezuela) no estádio Olímpico de Caracas, na abertura do Grupo H da competição.

O início do jogo foi um pesadelo para o Atlético. Com o La Guaira fechadinho, os alvinegros encontravam dificuldades para finalizar, exagerando nas bolas alçadas na área (foram 15 na primeira meia hora). Com liberdade, os venezuelanos foram mais objetivos. Aos 19 minutos, o lateral Yohan Cumaná chutou cruzado, com perigo, para defesa de Everson, que mandou para fora. No minuto seguinte, o zagueiro Adrián Martínez fez fila a partir da intermediária, invadiu a área mineira e bateu colocado, abrindo o placar.

O Galo só começou a chegar a partir dos 32 minutos, após cruzamento do lateral Guga pela direita e cabeçada do atacante Eduardo Vargas, que o goleiro Carlos Olses agarrou com estilo. Aos 35, o volante Tchê Tchê achou espaço e finalizou da entrada da área pela esquerda, para outra defesa de Olsen. Na sequência, nova bola alçada na área e o zagueiro Réver, de bicicleta, mandou por cima do gol. Aos 46, Guga cruzou e o meia Nacho Fernández, quase na pequena área, arrematou de primeira, mas isolou a oportunidade.

O time brasileiro seguiu mais agressivo no segundo tempo. Aos sete minutos, após cobrança de escanteio de Nacho pela direita, o meia Matías Zaracho, de cabeça, escorou rente ao travessão. Cinco minutos depois, o lateral Guilherme Arana arriscou de fora da área pela esquerda, forçando Olsen a uma boa defesa no canto direito. A pressão atleticana deu resultado aos 19 minutos. Na sequência de uma bola afastada no bate-rebate pela zaga, Arana bateu, o goleiro deu rebote e Zaracho, na pequena área, deixou tudo igual.

O La Guaira passou a assustar a partir dos 25 minutos, em finalização de Darwin González, após lançamento do volante Ángelo Peña, às costas de Rever. Mesmo adiantado, Everson defendeu o chute do atacante. Os venezuelanos voltaram a exigir o goleiro aos 37 e aos 38 minutos, com González e Hurtado. Desorganizado, o Galo seguiu cedendo ataques e sendo salvo por Everson. Aos 44, na última chance do jogo, González passou como quis por Réver, mas o camisa 22 cresceu na área e evitou a vitória dos anfitriões.

Fonte: Agência Brasil

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda