Conecte-se conosco

    Artigos

    Artigo: Quem o sucederá? Estratégia correta?

    Publicado

    em

    De acordo com fontes do Vaticano com um anúncio surpresa e quase três meses antes da data, o Papa Francisco convocou um Consistório para o próximo dia 27 de agosto para a criação de 21 novos cardeais, 16 dos quais com menos de oitenta anos e, portanto, eleitores em um eventual Conclave, mais cinco que já atingiram essa idade ou chegarão antes de receber o Barrete. Os Jesuítas chegaram à cúria romana e irão se estabelecer lá em definitivo? Certo mesmo é que do ponto de vista geográfico, os cardeais serão distribuídos da seguinte forma: Europa, 107 cardeais, dos quais 54 são eleitores; as Américas, 60 cardeais, dos quais 38 são eleitores; Ásia, 30 cardeais, dos quais 20 são eleitores; África, 27 cardeais, dos quais 17 são eleitores; Oceania, 5 cardeais dos quais 3 são eleitores.Mas quem elege “o sucessor de Cristo” não é o espírito santo? E quem está dizendo o contrário?

    Como está sua vida de oração? Não fique triste; a Igreja de Cristo Jesus é formada por seres humanos e onde existem homens existem fragilidades e não busca de santidade? A representatividade da Igreja de Cristo Jesus; Deus é muito importante. Os adventistas em junho possuem sua reunião da cúpula geral nos Estados Unidos da América. Os presbiterianos de quatro em quatro anos se reúnem no Supremo Concílio. Diferentemente do que muitos imaginam a Igreja de Cristo não é apenas formada por “miseráveis materiais e intelectualmente”. Você já estudou profundamente a vida de Paulo Apóstolo? Quem foi Saulo? De acordo com John MacArthur Paulo era único entre os apóstolos. Diferentemente do restante, ele nunca conviveu com Cristo durante o ministério terrestre de nosso senhor. Na verdade, ele não se encaixaria bem no círculo dos doze discípulos. Os quais eram, em sua maioria, galileus provinciais comuns, sem credenciais espirituais ou influência acadêmica. Dentre os Doze, quatro pescadores (Pedro, André, Tiago e João), um cobrador de impostos (Mateus) e um ex-zelote (Simão) formavam o grupo dos mais conhecidos e mais influentes – uma mistura de trabalhadores e párias da sociedade.

    Por outro lado, Paulo (ou, mais precisamente, Saulo de Tarso, como era conhecido naqueles dias) era um rabino respeitado, em educado e letrado, nascido em uma família de fariseus e completamente treinado nas tradições do farisaísmo ultraortodoxo. Ele era incrivelmente cosmopolita – cidadão romano, viajante sazonal, ilustre especialista em direito, nascido em Tarso, educado em Jerusalém aos pés de Gamaliel (Atos 22:3) e cheio de zelo – um hebreu de hebreus. “Se alguém pensa que tem razões para confiar na carne”, escreveu ele, “eu ainda mais” (Filipenses 3:4). Seu currículo sempre superou o de todos os outros. Saulo de Tarso nunca perderia nenhuma disputa de realizações intelectuais ou acadêmicas. Nesse sentido, ele está em nítido contraste com todos os outros apóstolos.

    Francisco tem características de Pedro ou de Paulo? Dos dois? Quem o sucederá? Estratégia correta? O futuro a Deus pertence. Dificilmente o novo papa será um Jesuíta. Certo mesmo é que será das Filipinas, Estados Unidos da América ou Brasil. Conheces o “revere contra”? O contrário das emoções e sentimentos é o caminho a seguir já enfatizava o bom Inácio de Loyola. O Brasil em 2025 e no máximo 2027 já não será mais um país católico. Você pensa que um Papa é escolhido por quais critérios? No passado pelo poder de articulação econômica. Atualmente isso já não importa. É a defesa “armada” da sua Fé?

    Artigo: Quem o sucederá? Estratégia correta?

    Por Josenildo Melo

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular