Conecte-se conosco

    Artigos

    Artigo – Diálogo e atitudes de força

    Publicado

    em

    Tem um provérbio mexicano muito peculiar: quer conseguir algo? Faça uso do diálogo. Não conseguiu o que queria? Não deixe de fazer uso de atitudes de força. Diferentemente do que se imagina; o poder é um instrumento que faz bem à coletividade. Por exemplo: você acha que se livrar de um esquema corrupto não requer força? FORÇA! Eles que ocupam o poder não conseguem entender outra linguagem? Diálogo e atitudes de força são uma das máximas da Companhia de Jesus. Se irmãos em Cristo precisam destes artifícios; porque não os operadores do mundo político? O Piauí precisa atualmente mais de atitudes de força do que diálogo? O Setor de Saúde está “desesperando” as pessoas?

    Janeiro praticamente se esvai e continua o mesmo Lenga lenga sobre saúde? O ano de 2022 começou em plena letargia? Onde se apoderou do poder sem lutas? A oposição no Estado do Piauí é demasiadamente “ordeira”? Verdadeiros “assaltos” ao erário acontecendo e todo mundo “compactuando”? E as religiões? Servindo apenas de pretexto pra orar ou rezar diariamente pelas autoridades? A Sagrada Escritura ressalta a importância do respeito às autoridades que se fazem dignas de orações! Onde se consegue reunir pessoas com propósito? Ainda nas Igrejas. O movimento tem que partir das boas Igrejas!

    O diálogo já não basta? Atitudes de força faz se necessário? A Fé remove “montanhas” e também governantes? Sempre na História do Mundo foi assim! Mas os meios de comunicação social não ajudam? O que eles (meios de comunicação social) mais gostam? Não é o momento de atitudes de força? O mal menor precisa agir com mais astúcia junto aos meios de comunicação! Teresina e o Estado do Piauí parecem ingovernáveis? Qual o último grande movimento social de derrubada de “ditos poderosos”? 2022 será o mais do mesmo? O que você individualmente está fazendo pra combater a corrupção? E existe corrupção? Está tudo contemplado? Racionalmente já está tudo decidido? Diálogos já não correspondem; a oposição precisa de atitudes de força!

    Sabes a definição de Estado na Política Aristotélica? A comunidade política, que é a soberana em relação às comunidades reunidas em torno dessa, é a cidade. A cidade é a composição de lares e vilas, sendo um último grau de comunidade. Porém, ela é soberana e visa o bem soberano. De acordo com o intelectual João Francisco P Cabral A terceira e última comunidade é fim da evolução natural. É na cidade que o homem pode preencher suas necessidades de viver em comum por suas carências. A cidade é autárquica, e uma comunidade perfeita é o único meio dos homens gozarem da felicidade plena, porque essa consiste no aperfeiçoamento do intelecto, na construção das virtudes e na satisfação do espírito! A cidade é, portanto, o fim nos dois sentidos do termo. Fim da evolução natural e é também o seu próprio fim, ou seja, ela é por si mesma. Além de o homem ser um animal político, é também, dentre todos os animais, o mais político, pois possui linguagem, a capacidade não só de um prazer ou dor, mas de ter um conceito do justo e do injusto, do bem e do mal. É esse conceito em comum que faz uma comunidade!

    Artigo - Diálogo e atitudes de força

    A maior força de uma cidade é ter cidadãos instruídos – Padre/Monge Martinho Lutero

    Josenildo Melo é Bacharel em Serviço Social. Estudante de Direito e Filosofia. Jornalista

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular