A Arquidiocese de Teresina, por meio da Ação Social Arquidiocesana (ASA), realiza nesta sexta-feira (26) a solenidade de outorga do “Colar do Mérito Bom Samaritano”, honraria que reconhece a contribuição de pessoas que contribuíram diretamente para a atuação da Igreja no serviço aos mais vulneráveis. A solenidade acontece às 20h, no auditório Dom Avelar Brandão Vilela, bairro de Fatima, e homenageará 23 pessoas engajadas com a causa social.

Instituída em 13 de junho de 2016, por ocasião dos 60 anos de fundação da ASA, a condecoração trata-se de uma referência universal de reconhecimento e gratidão, representando uma homenagem de reconhecimento da sociedade às personalidades notáveis pelos seus serviços.

Criada na gestão do Pe. Tony Batista, esta é a maior homenagem que a ASA confere a pessoas e entidades nacionais e estrangeiras que, pela excelência nos serviços prestados à instituição ou aos pobres, e pelo compromisso com a qualidade de vida do povo piauiense, ganham notoriedade e se tornam dignas de gratidão, admiração e reconhecimento por parte dos cidadãos e da instituição.

Para o vigário geral da Arquidiocese de Teresina, Pe. Tony Batista, é uma festa de grande beleza e de muito significado.

“É uma homenagem de reconhecimento às pessoas que colocam suas vidas à serviço da vida de outras, sobretudo dos pobres. Nós estamos orgulhosos de fazer hoje esta celebração e de condecorar estas pessoas. A Arquidiocese convida e é feliz por este momento”, ressaltou.

A Insígnia consiste em uma medalha no formato de um coração, na cor vermelha, circundado com arabescos em dourado. Este coração simboliza o amor que a Igreja de Teresina despeja sobre os mais vulneráveis, assim como também o compromisso dos homenageados com os assistidos pelos projetos da ASA na promoção da vida humana e no resgate da cidadania.

Confira a lista dos homenageados:

Fonte: Ascom
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *