Conecte-se conosco

Esporte

Argentina vence o Brasil no Maracanã e é campeã da Copa América

Publicado

em

Argentina vence o Brasil no Maracanã e é campeã da Copa América

A Argentina derrotou o Brasil por 1 a 0, neste sábado (10), no Maracanã, e foi campeã da Copa América. O gol foi marcado por Ángel Di Maria aos 21 minutos do primeiro tempo, em falha de Renan Lodi. Foi o primeiro título relevante do astro Lionel Messi pela equipe principal de seu país, um feito perseguido há muito tempo, e encerrou um jejum dos argentinos de 28 anos sem taças.

A seleção brasileira não sofria uma derrota desde novembro de 2019, quando perdeu justamente para os argentinos em um amistoso na Arábia Saudita – foram 603 dias e 13 dias de espera. Em jogos oficiais, os números são ainda maiores e remontam para julho do ano anterior, na fatídica Copa do Mundo, contra a Bélgica. Outro dado que reforça o tamanho da vitória dos argentinos é que o Brasil não perdia em casa desde 2014.

Escalado mais uma vez como falso 9, mas com liberdade para flutuar dos dois lados e buscar a bola no meio-campo, Neymar foi o jogador mais criativo da seleção brasileira no Maracanã. Empilhou dribles e movimentações que deram vantagem ao ataque, mas o desempenho irregular dos companheiros de ataque atrapalhou. Encerra a Copa América como o maior nome do Brasil, mas não o suficiente para ser campeão.

Brasil foi melhor sem Fred
Fred foi o jogador da posição que melhor aproveitou as chances ao longo da Copa América, mas teve um primeiro tempo fraco na final. Ele tomou cartão amarelo logo no segundo minuto de bola rolando por uma entrada em Montiel e precisou se segurar na marcação – tanto é que não venceu duelos pessoais ao longo do tempo em que esteve em campo. Na frente, foi bem marcado e não contribuiu nem no 4-3-3, nem no 4-2-4. Saiu no intervalo, e foi justamente quando o Brasil começou a criar as melhores chances. É hora de repensar a titularidade no ciclo de 2022?

Argentina vence o Brasil no Maracanã e é campeã da Copa América
Di Maria fez o gol da Argentina

O gol que definiu o jogo
Di Maria balançou as redes aos 21 minutos do primeiro tempo na primeira finalização da Argentina. Rodrigo De Paul fez um lançamento para o camisa 11 em posição duvidosa, mas Renan Lodi não conseguiu o domínio e falhou feio, deixando o atacante livre. Na saída de Ederson, Di Maria deu um toque por cobertura para marcar um lindo gol.

Fonte: Folhapress

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda