A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou a exploração de mais 17 unidades geradoras de energia eólica no Piauí. A autorização concedida pelo diretor-geral da Aneel, Sandoval de Araújo Feitosa, foi publicada no Diário Oficial da União desta semana.

As novas autorizações impulsionam potencial piauiense no setor. Na autorização foi avalizada a implantação de exploração de 17 unidades da Usina Eólica Ventos de Santa Rosa, situada no município de Dom Inocêncio. O prazo de outorga é de 35 anos. A potência total instalada chega a 836 mil KW.

Atualmente, o Piauí tem empreendimentos de energia eólica instalados nos municípios de Caldeirão Grande do Piauí, Curral Novo do Piauí, Ilha Grande, Lagoa do Barro do Piauí, Marcolândia, Parnaíba, Queimada Nova e Simões. Além dos já instalados, o Estado conta com um total de 30 empreendimentos em fase de construção, que terão um total de 1,25 GW de capacidade instalada. Entre as empresas que aguardam aval para instalação estão as usinas Vento Tupi e Palmas do Mar.

Segundo dados da Secretaria de Desenvolvimento Regional Abastecimento, Mineração e Energias Renováveis (Sedramer), desde o mês passado, com a liberação para o início de operação das estruturas pela Aneel, o Piauí passou a contar com mais três usinas geradoras de energia eólica, no município de Dom Inocêncio, sendo que cada unidade geradora tem capacidade de produção de 5.500,00 KW, somando um total de 16.500,00 kW.

EMPREENDIMENTOS EM OPERAÇÃO – GERAÇÃO EÓLICA:

Betânia – 206,800 MW
Caldeirão Grande do PI – 473,400 MW
Curral Novo do PI – 335,600 MW
Dom Inocêncio – 828,350 MW
Ilha Grande – 47 MW
Lagoa do Barro – 621,100 MW
Marcolândia – 206,200 MW
Parnaíba – 118,800 MW
Queimada Nova – 314,900 MW
Simões – 375,100 MW

CAPACIDADE INSTALADA EÓLICA:

3.527,250 MW em operação.

Fonte: Ascom
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *