O ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes determinou a prisão do ex-ministro e ex-secretário de Segurança do Distrito Federal Anderson Torres. A Polícia Federal também cumpre na tarde desta terça-feira (10) mandado de busca e apreensão na casa dele.

Torres foi exonerado da Secretaria de Segurança Pública do DF no domingo (8), após atos de vandalismo no centro de Brasília.

Ele foi secretário de segurança pública entre novembro de 2018 e março de 2021, quando saiu para assumir o ministério da Justiça no governo Bolsonaro, no lugar de André Mendonça. Torres voltou ao Governo do DF no início deste ano.

Afastamento
A exoneração de Torres foi publicada no Diário Oficial do DF desta segunda-feira (9). A publicação oficializa o anúncio feito pelo governador afastado, Ibaneis Rocha (MDB), no fim da tarde deste domingo (8), horas após manifestantes terem invadido o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Extremistas depredaram os prédios, quebraram objetos, obras de arte e roubaram itens do patrimônio público. Diante o cenário, o presidente do Brasil, Lula, determinou intervenção federal na segurança pública do DF.

O interventor federal indicado por Lula, Ricardo Cappelli, sugeriu nesta terça-feira (10) eventual sabotagem por parte de Torres na invasão.

Fonte: R7.com
Foto: Reprodução

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *