Conecte-se conosco

Política

Alepi prorroga licença para afastamento do governador Wellington Dias

Publicado

em

Alepi prorroga licença para afastamento do governador Wellington Dias

A Assembleia Legislativa aprovou, nesta sexta-feira (12), o pedido de prorrogação da ausência do governador Wellington Dias (PT), estendendo o prazo, que encerrava na próxima segunda-feira (15), para o dia 28 de novembro. A pauta foi aprovada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e logo em seguida pelo Plenário, em duas votações com quórum de 20 deputados.

De acordo com a Alepi, o chefe do Executivo deve permanecer em quarentena por testar positivo para Covid-19 e a vice-governadora, Regina Sousa, continua exercendo o cargo interinamente.  Wellington Dias encontra-se em Glasgow, na Escócia, onde participava da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2021 (COP26), quando foi surpreendido com a descoberta da contaminação na quinta-feira (11).

O governador fez o primeiro teste ontem e repetiu para contraprova na manhã desta sexta-feira (12), confirmando a infecção por Covid-19. Ainda na tarde ontem a governadora em exercício encaminhou à Alepi a Mensagem para a prorrogação do prazo. Na abertura da votação, o presidente da Assembleia, deputado Themístocles Filho (MDB), agradeceu aos colegas por comparecerem à sessão, agendada de última hora, diante da urgência da pauta.

“Nessa vida acontecem coisas sobre as quais não temos controle. Qualquer um de nós pode ser acometido por essa doença”, disse.

Conforme a Alepi, a prorrogação foi aprovada com os votos dos deputados Cícero Magalhães (PT), Evaldo Gomes (SDD), Francisco Costa (PT), Francisco Limma (PT), Gessivaldo Isaías (Republicanos), Henrique Pires (MDB), Júlio Arcoverde (Progressistas), Lucy Soares (Progressistas), Nerinho (PTB), Severo Eulálio (MDB), Firmino Paulo (Progressistas), Flávio Nogueira Júnior (PDT), Franzé Silva (PT), Gustavo Neiva (PSB), Oliveira Neto (Cidadania), Teresa Britto (PV), Warton Lacerda (PT), Ziza Carvalho (PT), Elisângela Moura (PCdoB) e João de Deus (PT).

Com informações da Alepi

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda