O abastecimento de água da região de São Raimundo Nonato será beneficiado com duas novas estações compactas de tratamento (ETAs) que estão sendo construídas pela Agespisa, com previsão de conclusão para o primeiro semestre deste ano. O investimento é de R$ 6,3 milhões, recursos do Governo do Estado e da própria empresa.

As ETAs vão garantir aumento na produção e melhoria da qualidade da água. Um dos sistemas que abastece a região, do Garrincho, vai receber uma nova estação capaz de incrementar a produção de água em 360 mil litros/hora, dobrando a quantidade produzida por meio da ETA atual. Cerca de 70% dos serviços já foram executados.

Além de São Raimundo Nonato, o sistema do Garrincho atende mais seis cidades e dois povoados: Dirceu Arcoverde, Bonfim do Piauí, São Lourenço do Piauí, São Braz do Piauí, Várzea Branca, Coronel José Dias e os povoados Minador e Baixão dos Santos, em Anísio de Abreu.

Já, o sistema Serra Branca terá uma nova estação compacta capaz de tratar 50 mil litros por hora, que já atinge 80% do serviços executados. As próximas etapas serão implantação de tubulações dos poços, instalação de bombas dos filtros e ligação de energia elétrica.

Devido ao alto teor de ferro da água captada nos poços da região, a ETA é especialmente equipada para tratar esse tipo de metal. O sistema Serra Branca é composto por três poços de grande profundidade, com vazão aproximada de 270 mil litros/hora, e atende parte de São Raimundo Nonato.

“Para reforçar ainda mais a distribuição de água, está sendo recuperado um poço com vazão suficiente para abastecer todo o entorno da Serra Branca. Também serão implantadas adutoras e construído um reservatório apoiado”, afirma o gerente regional da Agespisa em São Raimundo Nonato, Kleber Cordeiro.

Fonte: CCom
Foto: Divulgação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *