O secretário municipal de Finanças, Admilson Lustosa, se reuniu nesta segunda-feira (19)com o presidente do TCE, Kennedy Barros, para discutir as novas regras que envolvem a partilha do ICMS.

O novo regramento alterou o formato da distribuição do imposto entre os municípios. Antes, a base de cálculo era somente a extensão territorial e a população das cidades. Agora, entra também a avaliação das ações em Saúde e Educação.

O secretário de Finanças da Prefeitura de Teresina, Admilson Brasil, afirmou que a capital está perdendo receitas.

“Nós estamos organizados, com as finanças em dia. Agora, nós deixareos de prestar algum serviço para a comunidade porque estamos perdendo R$ 4,3 milhões em receitas. Estamos perdendo recursos em diversas áreas”, explica.

O presidente do TCE-PI, Kennedy Barros, explicou que segue a decisão liminar expedida pelo TJ-PI.

O Tribunal de Justiça do Piauí tomou uma decisão de liminar. Cabe agora o TCE-PI seguir a liminar. O Tribunal continua monitorando esse problema, a aplicação dos índices de ICMS, independentemente de uma intervenção judicial no sentido de alterar algo”, destaca Kennedy Barros

Orlando Dias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *