Conecte-se conosco

Internacional

Desabamento parcial de prédio em Miami deixa um morto e vários feridos

Publicado

em

Desabamento parcial de prédio em Miami deixa um morto e vários feridos

Uma pessoa morreu no desabamento parcial de um prédio na madrugada desta quinta-feira (24), em Miami, no estado da Flórida (EUA), segundo a polícia. Centenas de socorristas ainda trabalham nos escombros do edifício em busca de vítimas e sobreviventes e, até o momento, já resgataram nove pessoas com vida. Ainda não há informações sobre as causas do incidente reportado próximo à praia de Surfside.

Na coletiva de imprensa concedida na manhã de hoje, autoridades afirmaram que o edifício, localizado no condomínio Champlain Towers South, tinha 136 apartamentos e “metade deles desmoronou”. Segundo os bombeiros, os feridos foram levados para diferentes hospitais. As autoridades ainda não têm o número de pessoas que estava no prédio na hora do acidente e nem o total de desaparecidos.

O desabamento ocorreu pouco depois da 1h. O Departamento de Resgate de Bombeiros de Miami-Dade enviou mais de 80 unidades de incêndio e resgate para o local. Há previsão de chuva na parte da tarde, o que pode atrapalhar as buscas.

“Toda a parte de trás do prédio desabou”, disse a sargento Marian Cruz, do Departamento de Polícia de Surfside, em entrevista à agência AP.

O prédio fica localizado na 8777 Collins Avenue. De acordo com o jornal Miami Herald, o prédio havia sido construído em 1981 e fazia parte de um condomínio de três torres que totalizavam mais de 100 apartamentos. A região atrai tanto residentes como turistas, com estabelecimentos comerciais, hotéis, restaurantes e condomínios.

Em entrevista ao canal NBC 6, moradores relataram que ouviram um barulho muito alto na madrugada e ao perceberem o desmoronamento conseguiram deixar o prédio pela saída de emergência.

Outro morador do bairro disse ao canal WLPG, afiliada da CNN na Flórida, que o cenário lembrava o ataque de 11 de setembro de 2001 contra as torres do World Trade Center, em Nova York. “Moro aqui perto e nunca vi nada parecido. Parecia o 11 de setembro. O prédio inteiro desabou. Como se uma bomba ou algo parecido tivesse atingido o prédio”.

Fonte: Folhapress
Foto: Reuters

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda