Conecte-se conosco

    Cidades

    Sintetro aceita reajuste salarial e greve deve chegar ao fim

    Publicado

    em

    Sintetro aceita reajuste salarial e greve deve chegar ao fim

    O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro) realizou nesta sexta-feira (8) aceitar a proposta salarial oferecida pelos empresários do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários (Sintetro).

    De acordo com Sintetro, o motorista receberá R$ 2 mil, o cobrador R$ 1.231 mil e o fiscal R$ 1.325 mil. Além de um tíquete alimentação de R$ 150 e um auxílio saúde de R$ 50.

    A vice-presidente do Sintetro, Edilane Sousa, informou que uma Assembleia da categoria realizada no final da tarde desta sexta-feira, a proposta do Setut foi discutida.

    “Nós recebemos uma proposta agora pela tarde, e chamamos os trabalhadores para uma Assembleia. Sabemos da situação da nossa categoria, nosso salário está desde 2019 sem reajuste, estamos sem nossos benefícios que é o ticket de alimentação e o plano de saúde. Votaram aqui os trabalhadores pela proposta econômica. A questão do salário e do auxílio alimentação, que não era o que a gente esperava, pois antes recebíamos R$ 600 de ticket e eles botaram R$ 150 e R$ 50 para um auxilio saúde”, explicou.

    Conforme Edilane Sousa, a categoria só não aceitou a proposta do Setut para que 20% da frota não tivesse um cobrador. Agora eles vão encaminhar uma contraproposta para o Setut, para que o acordo seja firmado.

    “A categoria concordou [com as propostas, mas com a ressalva, que eles tirassem a cláusula que tira o cobrador e o motorista iria trabalhar em dupla função e isso não aceitamos. Caso eles aceitem a nossa contraproposta e assinem a convenção coletiva, encerra-se a greve. Vamos levar agora para o Setut”, informou.

    Com informações do Sintetro
    Foto: Divulgação

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular