Conecte-se conosco

    Internacional

    Rússia anuncia tréguas locais na Ucrânia para permitir evacuação de civis

    Publicado

    em

    Rússia anuncia tréguas locais na Ucrânia para permitir evacuação de civis

    Segundo a agência estatal RIA, a Rússia planeja introduzir corredores humanitários, com cessar-fogo temporário, em meio aos conflitos na Ucrânia partindo de:

    Kiev
    Kharkiv
    Chernigov
    Sumy
    Mariupol
    A agência estatal informou, citando o governo russo, que um “regime de silêncio” passará a valer a partir das 10h (local, 4h em Brasília) de 8 de março.

    Durante o Conselho de Segurança da ONU, o embaixador russo acusou novamente nacionalistas da Ucrânia de impedir as evacuações. A Ucrânia acusa a Rússia de bombardear os corredores humanitários.

    “A Federação Russa anuncia um cessar-fogo a partir das 10h, horário de Moscou (4h de Brasília) de 8 de março” para a evacuação de civis de Kiev, bem como das cidades de Sumy, Kharkiv, Chernigov e Mariupol, informou a célula do Ministério da Defesa russo responsável pelas operações humanitárias na Ucrânia, em comunicado divulgado por agências de notícias russas.

    Segundo Moscou, as novas rotas de evacuação serão comunicadas às autoridades ucranianas, que deverão dar seu aval até a 0h desta segunda-feira (21h no horário de Brasília), prazo estabelecido pela Rússia.

    Em discurso na televisão por ocasião das festividades de 8 de março, Putin também anunciou que não enviará recrutas ou reservistas para lutar na Ucrânia e garantiu que a guerra naquele país estava sendo travada por “profissionais” que cumprem “objetivos estabelecidos”.

    Horas antes do anúncio russo, a Ucrânia havia destacado alguns “resultados positivos” nas conversas sobre a implementação de corredores humanitários, embora Moscou tenha dito que as “expectativas” não foram atendidas.

    Metade dos corredores, porém, segue em direção à Rússia e Belarus, e o governo ucraniano rejeitou a proposta. “Não é uma opção aceitável”, disse a vice-primeira-ministra ucraniana, Iryna Vereschuk.

    Fonte: globo.com

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular