Conecte-se conosco

Cidades

Polícia Federal deflagra operação e prende advogados em Teresina

Publicado

em

Polícia Federal deflagra operação e prende advogados em Teresina

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira (9) a “Operação Bússola”, com o objetivo de investigar e desarticular uma organização criminosa especializada na concessão fraudulenta de benefícios previdenciários.

De acordo com informações da Polícia Federal, foram mobilizados mais de 200 Policiais Federais, na execução da Operação. Eles deram cumprimento a 96 mandados judiciais, sendo 16 Mandados de Prisão Preventiva, 23 Mandados de Prisão Temporária e 57 Mandados de Busca e Apreensão, nos municípios de Teresina/PI, Luzilândia/PI, Demerval Lobão/PI, Santo Antônio dos Milagres/PI, Timon/MA, Caxias/MA, Presidente Dutra/MA, Parnarama/MA, Codó/MA, Anapurus/MA e São João do Sóter/MA, todos expedidos pelo Juízo da 1ª Vara Federal de Teresina/PI.

Conforme a Polícia Federal, o grupo criminoso e requisitou mandados de busca e apreensão e mandados de prisão preventiva, que foram autorizados pela secção judiciária federal em Teresina.

Ao todo, há 39 mandados de prisão – temporária e preventiva – expedidos contra suspeitos no Maranhão e no Piauí. Há também 59 mandados de busca e apreensão sendo cumpridos. Os nomes dos investigados e presos ainda não foram informados.

Marcus Nogueira, presidente da comissão de defesa das prerrogativas da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Piauí, informou que acompanhou a prisão de três advogados em Teresina.

O esquema
O delegado delegado Lucimar Sobral, da PF, afirma que dois grupos atuavam de forma independente com o mesmo esquema, utilizando “serviços” dos servidores do INSS. Apenas três dos servidores tinham contato com os dois grupos.

Entre os grupos, havia os intermediários, os advogados e os servidores. Cada falso beneficiário recebia de R$ 2 mil a R$ 3 mil mensais por meio das fraudes de benefícios rurais.

Com informações da Polícia Federal
Foto: Divulgação

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda