Conecte-se conosco

Cidades

Piauí anuncia vacinação de idosos com mais de 90 anos

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde anunciou a previsão de chegada de novas doses da vacina contra a Covid-19 da Sinovac/Butantan nos próximos dias. O Ministério da Saúde, em nota técnica, comunicou a continuidade da vacinação dos trabalhadores de saúde e ampliação do público-alvo com a inclusão dos idosos com 90 anos ou mais. O quantitativo a ser enviado é de 36.800 doses pelo ministério, que optou por ampliar a população utilizando os critérios de riscos de agravamento, óbito pela Covid-19 e de vulnerabilidade social.

Até o momento, mais de 40 mil trabalhadores da saúde foram contemplados, com a primeira dose, nas remessas anteriores da vacina Sinovac/Butantan e Oxford/AstraZeneca. No primeiro momento, foi pactuado que a prioridade era vacinar os trabalhadores de saúde da linha de frente da Covid-19, como aqueles que atuam em UTIs e enfermarias com pacientes infectados pelo novo coronavírus, emergências e todos os funcionários que atuam em unidades exclusivas para atendimento Covid, seguindo para outras áreas hospitalares e para a atenção primária, de acordo com a realidade da rede de saúde de cada município.

O secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, explicou que as realidades dos municípios são distintas, assim como as redes assistenciais. “Há locais que já estão vacinando a atenção primária e já completaram a linha de frente da Covid-19, as UTIs, emergências e, com isso, a recomendação é continuar avançando em outras estratégias para proteção dos trabalhadores de saúde. É importante priorizar aqueles que estão diretamente mobilizados na assistência aos pacientes da Covid-19 e planejar as outras áreas, de acordo com a disponibilidade das doses que estão sendo enviadas de forma gradativa pelo Ministério da Saúde”, disse o gestor.

A previsão é que, com essas novas doses, será possível atingir 73% dos trabalhadores da saúde e vacinar 12.132 idosos com mais de 90 anos.

O Comitê de Operações Emergenciais (COE) orientou que a segunda dose da vacina do Butantan deve ser feita com 28 dias e da Oxford/AstraZeneca com 12 semanas.

De acordo com o superintendente de Atenção Básica à Saúde e Municípios da Sesapi, Herlon Guimarães, estudos técnico-científicos apontam sobre a importância de que seja aplicado o mesmo imunobiológico na primeira e segunda dose. “O Piauí tem observado essa orientação ao fazer a opção de guardar a segunda dose na Rede de Frio para posterior distribuição. Por isso, de todas as remessas recebidas até agora no estado, são distribuídas a quantidade necessária apenas para a primeira dose”, reitera o gestor.

Fonte: CCOM

Cidades

Equipe de fiscalização encerra festa clandestina e prende responsáveis

Publicado

em

Os órgãos de fiscalização fecharam neste domingo (7) uma festa clandestina que era realizada na noite deste domingo (7), na zona Leste de Teresina, no antigo GAV.

Na ocasião, segundo o diretor de Inteligência da PM, cinco pessoas foram presas e encaminhada para Central de Flagrantes, dentre os cinco, duas pessoas eram menores de idade. O diretor afirma que o evento tinha mais de 40 pessoas e, além dessas prisões, muito material foi apreendido, como som, ingressos e bebidas. A casa já tinha sete autuações por não respeitar as medidas restritivas.

Desde que o decreto foi publicado, as Polícias Civil e Militar, além da Vigilância Sanitária fazem fiscalização. “Todo evento que tomamos conhecimento, vamos até o local para averiguar e realizar os devidos procedimentos”, diz o diretor de Inteligência da PM, declarando que todos os dias as equipes que fazem trabalho ostensivo saem às ruas para fiscalizar e fazer valer o decreto.

As medidas restritivas do Decreto Estadual têm como objetivo conter o avanço do novo coronavírus, uma vez que hospitais públicos e privados estão no limite de atendimento.

Fonte CCOM

Continue lendo

Cidades

Homem é morto em posto de lavagem no Itaperu

Publicado

em

Um homem ainda não identificado foi assassinado com um tiro por volta do meio-dia, deste domingo, 7, na rua Castelo do Piauí, bairro Itaperu, zona Norte de Teresina.

Segundo o capitão Oziel, do 9º Batalhão de Polícia Militar do Piauí (BPM), o homem transitava pela rua quando dois homens em uma moto pararam próximo a ele e atiraram.

“Ele correu pela rua e chegando a um posto de lavagem, caiu e morreu. A bala atingiu o peito direito e transpassou o corpo indo parar na omoplata esquerdo”, disse o capitão Oziel.

O capitão conta ainda que a vítima não possuía documentos e os populares da região não reconheceram o corpo.

O Instituto Médico Legal também foi acionado para fazer a remoção do corpo. A investigação ficará sob responsabilidade do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Da Redação

Continue lendo

Cidades

Subtenente da PM de Alagoas é assassinado em Teresina ao cobrar dívida

Publicado

em

O subtenente aposentado da Polícia Militar de Alagoas identificado por João Wellington Bezerra Lins morreu por volta das 13h, deste sábado, 6, após uma troca de tiros no bairro Poti Velho, zona Norte de Teresina.

De acordo com o tenente-coronel e comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar do Piauí (BPM), tenente-coronel Lacerda, a suspeita é que o subtenente, acompanhado de outros dois policiais militares de Alagoas e mais três pessoas, vieram a Teresina cobrar uma dívida e ao chegarem no bairro Poti Velho, por volta das 10h, no local marcado com um homem ainda não identificado, foram recebidos a tiros.

João Wellington levou um tiro no tórax e morreu por volta das 13h após ser socorrido e levado para o Hospital de Urgências de Teresina (HUT).

“A princípio, eles contaram que vieram fazer uma cobrança de dinheiro, mas não disseram realmente do que se tratava, nem qual foi o negócio que fizeram e nem qual foi a quantia. Chegando no local combinado, o cidadão que estava lá já os recebeu com disparos de arma de fogo, onde atingiu o subtenente na região do tórax”, explicou comandante do 1º BPM.

O caso foi encaminhado para o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que vai investigar as circunstâncias da morte do subtenente.

Da Redação

Continue lendo

Popular