Conecte-se conosco

Economia

Não adianta mais remendos, diz Rafael Fonteles sobre reduzir PIS/Cofins dos combustíveis

Publicado

em

O secretário de Fazenda do Piauí e presidente do Comitê dos Secretários de Estado da Fazenda, Rafael Fonteles, afirmou nesta sexta-feira (12) que discorda da proposta do presidente Bolsonaro para reduzir o PIS/Cofins sobre os combustíveis.

Ele explicou que as alterações no preço dos combustíveis acontecem por causa de uma mudança na política adotada pela Petrobras, que passou a colocar o valor alinhado ao internacional.

Fonteles afirma que não houve nenhuma mudança na carga tributária nos últimos três anos, seja o estadual nem nos cinco impostos federais.

“Não houve alteração nessa política nos últimos anos, mesmo assim o preço subiu de R$ 3 para R$ 5. A culpa, a razão dessa volatilidade, desse crescimento, é dessa política de preços da Petrobras. Não estou entrando no mérito dessa questão, mas apenas para a população saber. Os estados estão sim dispostos a discutir a questão tributária dentro da reforma tributária”

“Não adianta mais remendos”, completou o secretário sobre a proposta que não iria resolver problemas.

Da Redação