Conecte-se conosco

Política

Luis Arce toma posse como presidente da Bolívia

Publicado

em

O presidente eleito na Bolívia, Luis Arce, tomou posse neste domingo (8), ao lado do vice David Choquehuanca. Em seu discurso de posse, ele pregou a união, exaltou a democracia e afirmou que este é o início de uma nova etapa na história do país.

Arce, ex-ministro de Morales e considerado o “cérebro” das reformas econômicas, obteve 55,1% dos votos válidos. Seu principal rival na disputa, o ex-presidente Carlos Mesa, atingiu 29% dos votos, e se recusou a reconhecer a derrota.

A cerimônia de posse ocorreu um ano após a renúncia de Evo Morales, que ficou quase 14 anos no poder.

Discurso
A cerimônia ocorreu na sede da Assembleia Legislativa. Em seu discurso de posse, Arce falou sobre o triunfo da democracia através do voto e ressaltou que os eleitores escolheram a paz e a estabilidade.

“A partir de 10 de novembro de 2019, depois de 21 dias em que se escamoteou a vontade popular expressada nas urnas, Bolívia foi cenário de uma guerra interna e sistemática contra o povo, especialmente os mais humildes”, afirmou.

“Se espalhou morte, medo e discriminação. Encrudesceu o racismo e se usou a pandemia para prorrogar um governo ilegal e ilegítimo”, afirmou Arce.

“Não é o ódio que impulsiona nossos atos, mas uma paixão pela Justiça”, afirmou.

“Neste 8 de novembro de 2020 iniciamos uma nova etapa na nossa história, e queremos fazer um governo que seja para todas e para todos, sem discriminação de nenhuma natureza”, declarou o presidente.

Arce citou a pandemia e disse que o país retrocedeu em conquistas recentes, com queda do Produto Interno Bruto de 11%. Depois, acusou o governo provisório de má gestão durante a crise sanitária e econômica provocada pelo coronavírus.

O vice-presidente David Choquehuanca falou antes de Luis Arce.

Ele citou os indígenas da Bolívia, os povos originários, e pregou a união, falando sobre “conciliar ideias da direita e da esquerda”.

‘Novo tempo’
Antes da posse, Arce afirmou que a Bolívia “inicia um novo tempo” e agradeceu aos eleitores. “#Bolivia inicia um novo tempo. Agradecemos às mulheres e aos homens bolivianos que de todo o país nos acompanham na ascensão ao comando presidencial”, escreveu em uma rede social.

Fonte: globo.com
Imagem: Reuters

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *