Conecte-se conosco

    Esporte

    Libertadores: Renato Gaúcho esconde o jogo do Flamengo antes da final

    Publicado

    em

    Libertadores: Renato Gaúcho esconde o jogo do Flamengo antes da final

    A primeira pergunta na entrevista coletiva de imprensa de Renato Gaúcho nesta sexta-feira, véspera da final da Libertadores contra o Palmeiras, foi: Bruno Henrique e Arrascaeta serão titulares? O técnico do Fla escondeu o jogo, mas, por outro lado, comemorou o fato de que tem o elenco todo à disposição para a decisão.

    – Acho que o importante é que a gente seguiu o nosso planejamento visando essa partida da final da Libertadores, contra o Palmeiras. Tudo que nós poderíamos ter feito a gente fez para recuperar todos os jogadores. Lógico que eu não vou falar quem está 100% e quem não está, a sua pergunta é válida. Acho que o importante é que todo grupo está à disposição para a partida de amanhã – disse ele na coletiva de imprensa

    Prestes a disputar a terceira final da Libertadores como técnico, depois de ser vice com o Fluminense em 2008 e campeão com o Grêmio em 2017, Renato disse que isso “é para poucos” e falou um pouco sobre a ansiedade que antecede o confronto.
    – O sentimento é de um sonho realizado. Mais uma final de Libertadores. É para poucos treinadores . Estou tendo esse privilégio pelo Flamengo. O Abel (Ferreira) também. O sentimento é dever cumprido à frente de um grupo maravilhoso, de uma torcida imensa e uma cobrança enorme. Estamos preparados para isso. Espero que o Flamengo consiga o tricampeonato. Sabemos que nosso adversário também quer. Mas nós fizemos tudo o que poderíamos fazer para esse jogo. São times que jogam para frente, que buscam o gol, e chegaram por méritos. Acredito em muitas emoções – disse.

    Renato Gaúcho se mostrou ainda incomodado com a insinuação de que teria “aliviado” no empate com o Grêmio, pelo Brasileirão.
    – Meu coração está ótimo. Estou bem preparado. Não deveria falar isso hoje… mas o que posso dizer para alguns colegas seus, que insinuaram… não entendem nada de futebol. São escrotos. Não tem um aqui na frente para me perguntar. A escrotidão não vou tirar nunca. Mas o coração está bem, com adrenalina a mil. Uma final da Libertadores é para poucos. Estou muito honrado e feliz – disse.
    Flamengo e Palmeiras fazem a grande decisão da Libertadores neste sábado, às 17h (de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai.

    Fonte: Folhapress

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado.

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular