Conecte-se conosco

Cotidiano

Hugo Napoleão é eleito para Academia Brasiliense de Letras

Publicado

em

Hugo Napoleão é eleito para Academia Brasiliense de Letras

O ex-governador do Piauí, Hugo Napoleão, foi eleito nesta sexta-feira (24) para Academia Brasiliense de Letras (ABrL). O novo acadêmico teve 32 votos, de 35 votantes. O ex-governador concorria à vaga de Marco Maciel, que faleceu em 12 de junho deste ano.

Hugo Napoleão é membro da Academia Piauiense Letras. Já lançou os livros: “Fatos da História do Piauí”, em 1974; “Legislação Eleitoral e Partidária”, em 1991.

No mais recente livro, lançado em 2019, “Eu Fui Advogado de JK”, Hugo Napoleão conta histórias de encontros com o presidente Juscelino Kubitschek e narra fatos jurídicos que marcaram o país, inclusive no regime de exceção.

A Academia Brasiliense de Letras (ABrL) foi fundada em 8 de março de 1968, sendo composta de 40 (quarenta) membros efetivos e perpétuos, escolhidos entre escritores brasileiros de projeção nacional.

Biografia
Hugo Napoleão do Rego Neto nasceu em Portland, EUA, em 31 de outubro de 1943. É um advogado e político brasileiro radicado no Piauí. Duas vezes senador, três vezes deputado federal, três vezes ministro de estado e por dois mandatos alternados foi governador do referido estado. Atualmente é filiado ao PSD e pertence à Academia Piauiense de Letras (APL).

Filho do embaixador de carreira Aluísio Napoleão de Freitas Rego, é advogado formado pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro em 1967. No mesmo ano iniciou sua carreira profissional com um estágio na Procuradoria-geral de Justiça da Guanabara passando depois à condição de assessor jurídico do Banco Denasa de Investimentos S/A (1968) e a membro do Escritório de Advocacia Nunes Leal (1971) interrompendo sua trajetória profissional em razão de seu ingresso na política.

Da Redação
Foto: Vinícius Santa Rosa

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda