Conecte-se conosco

Esporte

Hamilton foi perigoso, desrespeitoso e antidesportivo, acusa Verstappen

Publicado

em

Hamilton foi perigoso, desrespeitoso e antidesportivo, acusa Verstappen

O piloto Max Verstappen, que hoje teve que deixar o Grande Prêmio da Inglaterra após um acidente com Lewis Hamilton, considerou que seu rival fez uma “manobra perigosa” e que foi “desrespeitoso e antidesportivo” ao comemorar sua vitória enquanto ele estava no hospital.

“Estou feliz por estar bem. Muito decepcionado por ter terminado assim [na primeira volta]. A penalidade [dez segundos para Hamilton] não nos ajuda e não reflete a manobra perigosa que Lewis realizou na pista. Assistir essas comemorações enquanto o piloto [rival] ainda está no hospital revelam um comportamento desrespeitoso e antidesportivo”.

Depois de uma largada alucinante, os dois rivais ficaram lado a lado em cada curva. Mas na curva “Copse”, a nona do circuito, durante uma manobra de ultrapassagem de Hamilton, os dois colidiram.

O piloto da Red Bull acabou nas barreiras de segurança. Ele saiu rapidamente do carro, visivelmente em estado de choque, e deixou a pista em uma ambulância, após cumprimentar o público britânico. Seu carro ficou bastante danificado, o que mostrou a violência do choque e foi retirado da pista.

Após um primeiro check-up médico no circuito, Verstappen, de 23 anos, foi levado ao hospital por precaução, antes de anunciar que não havia sofrido nenhuma fratura.

Verstappen culpa Hamilton, diz pai
Segundo o ex-piloto Jos Verstappen, pai de Max Verstappen, o líder da temporada da Fórmula 1 entende que Lewis Hamilton foi o culpado pelo acidente que o tirou da corrida logo na primeira volta.

“Max disse: ‘Eu dei espaço suficiente e já estava meio carro na frente dele. Ele sabe que estava errado'”, contou Jos em entrevista à holandesa Ziggo Sport.

Sobre a condição física do filho, Jos afirmou que o único problema foi uma tontura que Max passou a sentir enquanto era observado pelos médicos em Silverstone.

“Ele se sentiu um pouco tonto e agora vai para o hospital para uma tomografia computadorizada. Do contrário, ele estava bem. Ele também sentia um pouco de dor no ombro e tinha alguns hematomas. Mas sim, é uma situação ruim”, disse o ex-piloto.

(*Com AFP)

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda