Conecte-se conosco

Cidades

Equatorial confirma que 280 árvores caíram na rede elétrica em Teresina

Publicado

em

A Equatorial Piauí emitiu nota neste sábado (2) comunicando que está com a equipe reforçada para atender os clientes que ficaram sem fornecimento de energia no temporal da última quinta-feira (31), quando vários bairros da capital ficaram sem energia, causando transtornos.

De acordo com a Equatorial Piauí, 82 equipes de atendimento emergencial, sendo 15 de manutenção pesada, e quase 300 colaboradores estão empenhados na recuperação da rede elétrica na capital, trabalhando em tempo integral desde o início das ocorrências.

A Equatorial Piauí confirmou que há registro de, pelo menos, 280 árvores que caíram sobre a rede. Isso corresponde a 90% das ocorrências coletivas registradas desde o dia 31, que atingem um grande número de consumidores. A quase totalidade das árvores são situadas em terrenos particulares.

Leia a nota na íntegra
A Equatorial Piauí esclarece que está atuando com estrutura reforçada em campo e no Centro de Operações para restabelecimento do fornecimento de energia para os clientes atingidos pelas ocorrências devido às chuvas, ventos fortes e descargas atmosféricas ocorridos no dia 31 de dezembro em Teresina. No momento, 82 equipes de atendimento emergencial, sendo 15 de manutenção pesada, e quase 300 colaboradores estão empenhados na recuperação da rede elétrica na capital, trabalhando em tempo integral desde o início das ocorrências. 

Todo o trabalho da distribuidora está focado na recuperação do sistema após os severos danos causados à rede elétrica de distribuição por motivos externos e causas não associadas às condições de operação e manutenção do sistema.

Em toda a capital, há registro de, pelo menos, 280 árvores que caíram sobre a rede. Isso corresponde a 90% das ocorrências coletivas registradas desde o dia 31, que atingem um grande número de consumidores. A quase totalidade das árvores são situadas em terrenos particulares. A Equatorial reforça a necessidade do cuidado com a manutenção, plantio de espécies adequadas e em local seguro, distante da rede elétrica. Nesses casos, a poda regular, antes que a árvore se aproxime da rede deve ser realizada pelo responsável pelo imóvel.

Em função da gravidade dos danos causados ao sistema elétrico, os trabalhos de recuperação têm alta complexidade e tempo de recomposição mais lento. Diferentemente do atendimento emergencial em condições típicas, nesta situação há a necessidade de reconstrução da infraestrutura de redes que foram destruídas pelo evento climático registrado.

Da Redação