Conecte-se conosco

Política

Deputada pede abertura de CPI para investigar recursos vindos para combater pandemia no Piauí

Publicado

em

Deputada pede abertura de CPI para investigar recursos vindos para combater pandemia no Piauí

A deputada estadual Teresa Britto (PV) repercutiu nesta terça-feira (27) a denúncia de profissionais da Maternidade Dona Evangelina Rosa sobre a falta de insumos básicos e medicamentos na unidade de saúde. A parlamentar também afirmou que vai propor a instalação de uma CPI na Assembleia Legislativa para investigar os recursos enviados pelo governo federal no enfrentamento à pandemia no Piauí.

De acordo com a parlamentar, os profissionais listaram uma série de medicamentos e outros materiais que estão em falta na Maternidade, contribuindo ainda mais para a insalubridade do local.

“Estão faltando luvas, papel-toalha, álcool gel, além de medicamentos cruciais para o atendimento das gestantes e dos bebês. A Maternidade está entregue às baratas e o secretário de Saúde está mais preocupado em fazer política do que em fazer gestão”, lamenta a deputada.

Teresa Britto também afirmou que irá encaminhar a documentação sobre a falta dos materiais ao Ministério Público e que também irá retomar nos próximos dias as fiscalizações nos centros de saúde da capital e do interior do Estado.

“Estamos recebendo denúncias de descasos praticamente todos os dias. A Covid-19 é um problema mundial, mas há muitos outros problemas de saúde que também precisam de atenção, sem falar nas preciosas vidas de profissionais e pacientes que podem ser perdidas pelo descaso com a saúde”, conclui.

CPI Covid
Teresa Britto disse que o secretário de Saúde, Florentino Neto, está mais preocupado em conquistar lideranças políticas do que em gerir a saúde pública estadual e anunciou que pretende propor a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a aplicação dos recursos recebidos do Governo Federal para combate à pandemia do novo coronavírus no Estado.

Fonte: Ascom/PMT

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda