Conecte-se conosco

    Cidades

    Covid: Sesapi pede ao Ministério da Saúde envio de vacinas para crianças

    Publicado

    em

    Covid: Sesapi pede ao Ministério da Saúde envio de vacinas para crianças

    O secretário de Estado da Saúde, Neris Júnior, esteve reunido com o representante do Ministério de Saúde, Romeu Mendes, nesta segunda-feira (17), e solicitou o envio de vacinas para a imunização de crianças de 03 a 04 anos e que agilizem a compra dos imunizantes para o público infantil, a partir de 06 meses de idade, que já teve a vacina liberada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitário (Anvisa).

    Para imunizar crianças a partir de 03 anos de idade, o Piauí recebeu do Programa Nacional de Imunização, 30 mil vacinas CoronaVac para a primeira dose, no final do mês de agosto – e um lote com 15 mil imunizantes para a segunda dose – no início de outubro. Para a vacinação daqueles acima de 06 meses, com a Pfizer, não há previsão de chegada dos imunizantes por parte do Ministério da Saúde.

    “Estivemos em reunião com o diretor substituto do Departamento de Gestão Interfederativa e Participativa, do Ministério da Saúde, Romeu Mendes, na qual deliberamos sobre o envio de novas doses da vacina CoronaVac. Estamos com mais de 70% desse público sem vacinar com a primeira dose e as crianças que receberam a D1, mais de 50% aguardam pela segunda dose e até o momento não há previsão por parte do Ministério do envio de novas doses. Também pedimos a compra das vacinas para as crianças acima de 06 meses, uma vez que estes imunizantes já estão liberados pela Anvisa”, disse o secretário.

    Na ocasião, Néris Júnior também pediu ao Ministério da Saúde, a atualização da frota dos veículos do Samu. E ainda foi debatido a implementação da Rede Materna Infantil (RAMI) e o planejamento regional integrado.

    “Solicitamos ao representante do ministério, que a frota do Samu seja renovada, para que possamos prestar um serviço de mais qualidade e efetividade à nossa população. Também deliberamos sobre a portaria que implementa a Rede Materna Infantil, já que os estados, através do Conselho Nacional de Saúde, têm opinião diferente dessa publicação. Foi uma reunião muito importante e esperamos que nossas demandas sejam acatadas pelo Ministério da Saúde,” destaca o secretário de Estado da Saúde.

    Fonte: CCom

    Propaganda
    Clique para comentar

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Propaganda

    Banca de Jornal

    Propaganda

    Popular