Conecte-se conosco

Cotidiano

Covid: Hospital Justino Luz fecha metade dos leitos de UTI

Publicado

em

Covid: Hospital Justino Luz fecha metade dos leitos de UTI

O Hospital Regional Justino Luz, em Picos, apresentou na primeira quinzena de setembro  uma redução  do número de pacientes internados no setor covid. A quantidade de internações foi a menor desde o início da pandemia do novo coronavírus.

Desde o início de setembro de 2021,  a média de pacientes internados na enfermaria do setor covid são sete  pacientes e,  na UTI, quatro pacientes. Nos últimos sete dias não foram registrados óbitos em decorrência da doença. Uma redução bastante significativa, se comparado ao mês de março, quando os leitos alcançaram sua capacidade máxima.

A  partir do dia 1º de outubro, o hospital faz uma adequação no número de leitos disponíveis para tratamento da doença. Dos 25 leitos de enfermaria, 15 ficarão ativos. Já o número de UTI Covid vai reduzir de 20 para 10. Os leitos de estabilização irão permanecer.

A diretora-geral do Justino Luz, Samara Sá, explica que a medida foi adotada com base nos índices de internação na unidade.  “Diante do avanço da vacinação, avaliamos durante todo o mês de setembro como ficaria a média de ocupação dos leitos. Fizemos uma série histórica dos últimos dois meses e apresentamos à FEPISERH, que determinou que poderíamos fechar 10 leitos de UTI e mais 10 de enfermaria, sem prejuízos à macrorregião, pois ainda seremos a referência Covid-19 para todo o território”, destaca a diretora. Samara Sá destaca ainda que o hospital está preparado para reabrir os leitos caso seja necessário.

O presidente da Fepiserh, órgão que administra o Justino Luz, Ítalo Rodrigues, destaca a atuação do hospital no tratamento da Covid-19. “ Toda a população da macrorregião de Picos esteve e continua bem assistida em relação ao tratamento da doença.  O Justino Luz foi estruturado para atender, com qualidade, uma alta demanda. Muitas vidas foram salvas.  O fechamento dos leitos é um indicativo positivo do avanço da vacinação”, afirma.

Fonte: Ascom Fepiserh

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Banca de Jornal

Propaganda